Convocação

Prefeitura do Recife contrata mais 554 profissionais de saúde e instala sala de situação do enfrentamento da covid-19

Prefeito João Campos autorizou a contratação e o chamamento foi publicado no Diário Oficial desta quinta (18). Sala de situação irá fazer a avaliação diária dos indicadores e planejamento das novas ações da pandemia.

A Prefeitura do Recife irá contratar mais 554 profissionais de saúde como reforço para o enfrentamento da pandemia de covid-19 na capital. Os trabalhadores serão contratados de forma temporária para atuar no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), nas Unidades Provisórias Covid, nos Serviços de Pronto Atendimento das policlínicas municipais, Vigilância à Saúde, entre outros.

O decreto com a convocação foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (18). Também nesta quinta, o prefeito instalou a sala de situação da covid-19.

“Estamos fazendo um esforço na abertura e estruturação de novos leitos e também na contratação de profissionais de saúde para reforçar todo o nosso sistema de combate a pandemia. Publicamos hoje o decreto convocando mais de 500 profissionais de saúde aprovados em concurso. Também montamos aqui na estrutura do meu Gabinete, uma sala de situação onde vamos coordenar pessoalmente todas as ações de combate a pandemia”, afirmou o prefeito João Campos.

Ao todo, serão contratados 96 médicos, 121 enfermeiros, 291 técnicos de enfermagem, seis farmacêuticos, 12 biomédicos, cinco nutricionistas, cinco psicólogos e 18 técnicos de laboratório. Os trabalhadores foram aprovados em dois concursos de nível técnico e superior da Secretaria de Saúde do Recife, realizados em 2014 e 2019. Uma parte das vagas será destinada a pessoas com deficiência. A lista dos convocados será publicada no Diário Oficial do Município.

“A chegada desses novos profissionais traz um fôlego a mais para a rede de assistência que a prefeitura tem ofertado à população. Assim, nós vamos conseguir ampliar os serviços oferecidos e garantir os atendimentos adequados aos pacientes com covid-19”, destaca a secretária de Saúde do Recife, Luciana Albuquerque.

As contratações serão temporárias, com vigência máxima de seis meses, podendo ser prorrogadas por até dois anos. O contrato também pode ser rescindido, a qualquer momento, caso não haja mais necessidade.

Autorizadas por decreto municipal, essas convocações não interferem no andamento da fila de contratações efetivas dos certames. Não serão convocados candidatos com mais de 60 anos, gestantes, lactantes e as que estejam no período de licença maternidade, além daqueles que integrem o grupo de risco da covid-19.

Outras contratações

Em janeiro, o prefeito João Campos autorizou a contratação emergencial de até 745 profissionais de saúde para contribuírem no enfrentamento da pandemia da covid-19. Os enfermeiros e técnicos de enfermagem contratados estão atuando no Plano Recife Vacina e foram lotados nos 16 locais de vacinação montadas pela Prefeitura do Recife.

Sala de situação

Foi instalada nesta quinta-feira (18), uma sala de situação dedicada exclusivamente ao monitoramento dos indicadores e planejamento de novas ações. O espaço ficará no 9º andar do edifício-sede da Prefeitura do Recife, na área do Gabinete do Prefeito. A sala reunirá todos os órgãos envolvidos diretamente no combate à pandemia e terá a coordenação direta do prefeito João Campos.

Veja Mais: 

Pensando em atender às parcelas mais vulneráveis da população, a Prefeitura do Recife lança nesta quinta-feira, 18 de março, o Auxílio Municipal Emergencial Recife (AME Recife) para grupos que precisam de um apoio na renda mensal. O prefeito João Campos anunciou o benefício em transmissão ao vivo pela internet.

Ao todo, serão cerca de 30 mil famílias contempladas nos meses de abril e maio, o que corresponde a cerca de 120 mil pessoas beneficiadas. O investimento é de R$ 6,4 milhões nas duas parcelas.

“A gente acabou de lançar aqui o AME Recife – Auxílio Municipal Emergencial do Recife. Nosso esforço agora é poder concentrar as nossas energias naquele público que mais precisa neste momento, são 17 mil famílias que hoje estão na fila do Bolsa Família, têm todos os requisitos necessários para receber o Bolsa Família e não estão incluídas no Bolsa Família, e a gente vai poder pagar o auxílio para essas pessoas e para as famílias do Bolsa Família que têm crianças de 0 a 3 anos. Então vamos focar em ajudar as pessoas, que a gente com isso também faça um estímulo na nossa economia para que a gente possa superar esse momento difícil”, detalhou o gestor municipal.

Recife
Prefeito do Recife João Campos. Foto: Rodolfo Loepert/PCR

O auxílio será concedido a dois grupos. O primeiro é formado por 17.176 famílias da chamada “fila” do Bolsa Família. São aquelas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), que atendem aos critérios para receber o benefício, mas estão desassistidas pelo Governo Federal.

Dessas, cerca de cinco mil sequer receberam o Auxílio Emergencial do Governo Federal ao longo de 2020. Para esse grupo, a Prefeitura destinará duas parcelas, em abril e maio, no valor de R$150 cada. No segundo grupo a ser atendido pela gestão estão 12.451 famílias que recebem atualmente o Bolsa Família e possuem filhos com idades entre 0 e 3 anos.

Para esses, o auxílio será no valor de R$ 50 mensais, também nos meses de abril e maio. As pessoas que atenderem aos critérios para receber o AME Recife serão procuradas pelas equipes da Assistência Social da Prefeitura do Recife para receber o benefício.

A vice-prefeita do Recife Isabella de Roldão também participou do lançamento do AME e pediu o apoio dos recifenses no combate à pandemia.

“Cuidem-se, está mais perto do que longe, acreditem. Mantenham a máscara, o álcool e o isolamento necessário. Esse tempo de pandemia tem nos mostrado que atitude individual tem impacto no coletivo”.

A secretária de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas Sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife, Ana Rita Suassuna, explicou os grupos que tem direito ao benefício.

“A Prefeitura do Recife sai na frente dando o exemplo, fazendo o Auxílio Municipal Emergencial, garantindo a proteção social às pessoas mais vulneráveis da cidade do Recife. A gente sabe da importância de chegar junto dessas pessoas e a gente sempre fala que essas pessoas precisam de uma atenção especial do poder público. Inicialmente iremos atender aquelas pessoas que têm perfil para receber o Bolsa Família e que estão na fila de espera. Algumas delas podem até ter recebido o auxílio emergencial do Governo Federal, mas hoje estão sem receber nenhum benefício. São pessoas que estão bastante vulneráveis. O outro público é formado por famílias que recebem o Bolsa Família e têm filhos com idades de 0 a 3 anos. Priorizamos porque a primeiríssima infância é o momento mais importante para o desenvolvimento infantil.”

Leia mais:
>>> João Campos solicita prorrogação de pagamentos do ISS no âmbito do Simples Nacional

Carnaval

Em fevereiro, a Prefeitura do Recife anunciou o AME Carnaval do Recife, benefício  destinado a amparar a cadeia produtiva e criativa do ciclo carnavalesco, fortemente impactada pela suspensão da festa oficial. As inscrições terminaram em 16 de março. Cada atração/agremiação habilitada terá direito a 50% do valor máximo unitário de cachê/subvenção, tendo por base o Carnaval de 2020, respeitando o teto máximo de R$ 10 mil.

Cestas Básicas

No mês do aniversário da cidade, a Prefeitura do Recife lançou a campanha Aniversário Solidário visando arrecadar itens para compor cestas básicas que serão doadas às pessoas em vulnerabilidade social. A iniciativa está sendo organizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas (SDSDHJPD) e pelo Transforma Recife.

As doações já podem ser feitas na sede da Prefeitura do Recife e no Compaz Escritor Ariano Suassuna. As entregas ainda poderão ser realizadas em dez lojas da Rede Big de supermercados localizadas na cidade a partir desta quinta-feira, 18 de março.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Recife

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal