Vacina

Lula: “É preciso convocar o G-20 para garantir vacina a todos”

Em entrevista à ‘CNN’ americana, ex-presidente pede para Joe Biden reunir líderes mundiais em torno de um plano de acesso universal a imunizantes

A desigualdade do acesso mundial às vacinas contra a Covid-19 esteve no centro de uma entrevista concedida pelo ex-presidente à CNN americana, nesta quarta-feira (17). Na conversa com a âncora Christiane Amanpour, Lula pediu para o presidente Joe Biden convocar o G-20 para debater um plano que permita o acesso de todos os países aos imunizantes produzidos no planeta.  A entrevista completa será exibida nesta quinta-feira (08).

No trecho liberado por Amapour, Lula citou como exemplo as vacinas excedentes em poder do governo americano, que poderiam ser distribuídas aos países pobres. 

Leia Também: Governador do Piauí: “Se não fechar, país terá 4 mil mortos por dia”

“Uma sugestão que gostaria de fazer ao presidente Biden no seu programa é que é muito importante convocar uma reunião do G20 com urgência”, pediu Lula. “É importante chamar as principais lideranças do mundo e colocar em volta da mesa uma só coisa, uma questão. Vacina, vacina e vacina”, argumentou.

Lula chamou a atenção para a enorme responsabilidade dos líderes mundiais e disse que faz o pedido ao presidente americano porque não acredita na capacidade do governo brasileiro. Além disso, não poderia apelar para Donald Trump. “Mas Biden é um alento para a democracia no mundo”, justificou o ex-presidente.

Lula lembrou da desastrosa atuação de Bolsonaro na pandemia – “muitas mortes poderiam ter sido evitadas” – e condenou a falta de vacinas no país. A CNN recuperou trechos do histórico discurso de Lula na semana passada, em São Bernardo do Campo, quando Lula aconselhou a população “não seguir qualquer decisão imbecil do presidente e do ministro da Saúde”.

Todo mundo está pensando em si mesmo. Nós somos 7 bilhões na Terra e estamos produzindo 2 bilhões de vacinas, o que significa que há 5 bilhões de seres humanos que não terão vacina”, argumentou o ex-presidente, para quem as vacinas devem ser consideradas um bem público e não um instrumento para gerar lucros às empresas. “Há uma saída, mas é necessário que os políticos assumam suas responsabilidades”, cobrou Lula.

Fonte

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal