Decisão

Escolas públicas, privadas e universidades suspendem aulas presenciais durante Lockdown em PE

Unidades de ensino só poderão promover aulas em formato virtual como no início da pandemia.

A partir desta quinta-feira, 18 de março de 2021, passa a valer em Pernambuco medidas mais rígidas no combate ao novo coronavírus. Pelo novo decreto, emitido na última segunda-feira, 15 de março, restringe a realização de atividades não essenciais em todo o território estadual até o dia 28 de março. Neste caso, escolas públicas, privadas e universidades não poderão receber alunos nas salas para aulas presenciais até o fim do decreto.

As unidades de ensino só poderão promover aulas em formato virtual, como no início da pandemia. Apenas funcionários e professores poderão entrar nas instalações para a gravação ou apresentação de lives.

Veja aqui o decreto do Governo de Pernambuco na íntegra 

Leia também:
>>>Lockdown em Pernambuco não proíbe circulação de pessoas nas ruas

Durante a coletiva de imprensa na segunda-feira, 15 de março, o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, afirmou que os números da pandemia seguem aumentando. Segundo os dados da Secretária Estadual de Saúde, nas últimas 24 horas foram registrados mais 60 óbitos por conta da Covid-19 em Pernambuco.

“Tem muita gente vivendo como se não houvesse amanhã. Por isso o governo decretou novo período de quarentena. Precisamos urgentemente reduzir a curva, com amplo grau de isolamento social. Precisamos de um pacto pela saúde. Cada um precisa ser um agente”, frisou. “Volto a fazer um apelo pela vida de cada pernambucano. Fique em casa, só saia se for necessário e, se sair, use a máscara corretamente.”, afirmou Longo na entrevista coletiva de segunda-feira.

Confira o que não poderá funcionar durante a quarentena mais rígida 

Durante o período de quarentena, ficarão proibidos de funcionar os serviços de bares e restaurantes; shoppings e galerias comerciais; óticas; salas de cinema e teatros; academias; salão de beleza e similares; comércio varejista de vestuário, calçados, eletroeletrônicos e linha branca, cama, mesa e banho e produtos de armarinho; escolas e universidades (públicas e privadas); clubes sociais, esportivos e agremiações; práticas e competições esportivas; praias, parques e praças; ciclofaixas de lazer, eventos culturais e de lazer, além dos sociais. Igrejas e demais templos religiosos poderão abrir para atividades administrativas e para preparação e realização de celebrações via internet.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal