Pandemia

Brasil tem 20º dia seguido de recorde na média de mortes por Covid-19

A média móvel de sete dias da Fiocruz é calculada através da soma dos registros no dia e nos seis dias anteriores e da divisão do total por sete.

O Brasil registrou na segunda-feira, 15 de março, o 20º dia seguido de recorde no número de mortes por covid-19, segundo a média móvel de sete dias divulgada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O boletim Monitora Covid da Fiocruz mostra que a média de óbitos chegou a 1.841.

A média está 69,5% acima do número de um mês antes (1.086 óbitos) e é 50,3% superior ao registrado 14 dias antes (1.225). Na comparação com o pico de 2020, que ocorreu em 25 de julho, quando atingiu a marca de 1.096 mortes, o crescimento chegou a 67,9%.

A média móvel de sete dias da Fiocruz é calculada através da soma dos registros no dia e nos seis dias anteriores e da divisão do total por sete. Por isso, os números divergem daqueles apresentados pelo Ministério da Saúde, que apresenta apenas os óbitos registrados em um dia específico.

O total de casos chegou ontem a 66.849, segundo a média móvel de sete dias. As altas são de 19,4% em relação a 14 dias antes (55.977 casos) e de 46,9% na comparação com 30 dias antes (45.518).

Os casos, no entanto, estão 6,5% abaixo do recorde registrado no dia 13 de março (71.531).

Leia mais:
>>> Deputado José Queiroz culpa Bolsonaro por recorde de mortos no Brasil

Vacina Sputnik V em Pernambuco

Depois do anúncio do fechamento da compra de cerca de 37 milhões de doses da vacina Sputnik V feita pelo Consórcio Nordeste, o estado de Pernambuco pode receber até 6 milhões de doses do imunizante que é desenvolvido pelo Instituto Gamaleya, da Rússia.

A vacina, que não tem aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso emergencial ou registro concedido, é uma das esperanças para frear os impactos da pandemia do novo coronavírus nas nove unidades Federativas do Brasil.

Do número total de doses que serão adquiridas pelo consórcio, o estado da Bahia receberá o maior número de vacinas. Ao todo, de acordo com informações, serão 9,7 milhões de doses para o local.

O motivo da maior quantidade se deu, pois, a Bahia é a unidade federativa mais populosa da Região Nordeste. Os custos para as aquisições das vacinas ficam por conta dos governos estaduais e a chegada dos lotes farão parte do Plano Nacional de Imunização.

A expectativa é de que o lote com os imunizantes chegue no mês de abril e, segundo o Governo da Bahia, as vacinas poderão ser aplicadas na população imediatamente.

Agência Brasil

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal