Mudança

Pazuello admite saída do Ministério da Saúde: “Faremos uma transição correta”

O ministro só aguarda a decisão de Jair Bolsonaro para sair do cargo. 

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello admitiu que está de saída do Ministério e disse que “fará uma transição correta, como manda o figurino”.

Pazuello só aguarda a decisão de Jair Bolsonaro para sair do cargo.

“Todos os meus secretários, interlocutores e assessores estão focados na missão. Havendo uma substituição, eles prosseguem na transição, mantendo a continuidade das ações.”

Na coletiva, Pazuello falou sobre a pressão por sua saída e admitiu que há uma movimentação Segundo o ministro, ele fica no cargo enquanto Bolsonaro busca ‘reorganizar’ o Ministério da Saúde.

“Um dia, sim. Pode ser a curto, médio ou longo prazo. O presidente está nessa tratativa de reorganizar o Ministério. Enquanto isso não for definido, a vida segue normal. Eu não estou doente, eu não pedi para sair. Estamos trabalhando, focando na missão. Quando o presidente tomar sua decisão, faremos uma transição correta, como manda o figurino”, disse.

Ver mais:

>> Confira os nomes cogitados no Planalto para o Ministério da Saúde, após recusa de Ludhmila Hajjar

>> Ludhmila Hajjar recusa oficialmente convite de Bolsonaro para Ministério da Saúde

>> Pazuello alega problemas de saúde e pede para sair, diz jornal

Nomes cogitados no Ministério da Saúde

Após a recusa da cardiologista Ludhmila Hajjar de assumir o Ministério da Saúde, o Palácio do Planalto avalia três nomes para a pasta.

De acordo com o site O Antagonista, além do deputado Doutor Luizinho (PP-RJ), também estão sendo cotados o atual presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Marcelo Queiroga e o professor titular do Instituto do Coração de São Paulo, José Antonio Ramires.

O deputado Doutor Luizinho é defendido pela ala política do governo federal, pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e por integrantes do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, o Conass.

Já Marcelo Queiroga, é visto como homem com bom trânsito na área médica e tem sido defendido pela ala militar. José Antonio Ramires, por sua vez, é o preferido da ala ideológica do governo.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal