Mulheres

Prefeitura do Cabo e Centro das Mulheres do Cabo assinam termo de compromisso com  Malala Fund

O projeto do Fundo tem o objetivo de combater a evasão escolar e promover o empoderamento femininos.

A Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho e o Centro das Mulheres do Cabo (CMC) assinaram na tarde de quinta-feira (11) o termo de compromisso para a execução do projeto pioneiro Meninas em Movimento pela Educação. O programa foi elaborado pelo CMC e financiado pelo Malala Fund, organização mundial de empoderamento de meninas através da educação.

O projeto tem o objetivo de combater os índices de evasão escolar de meninas, principalmente durante a pandemia, e promover o empoderamento feminino através do conhecimento. Além disso, o programa contribuirá com uma educação de qualidade, inclusiva e não sexista.  Assinaram o termo o secretário municipal de Educação, Heberte Gomes, a secretária executiva da Mulher, Walkiria Alves, e a coordenadora do Centro das Mulheres do Cabo, Nivete Azevedo.

O Meninas em Movimento pela Educação acompanhará diretamente 60 meninas da Rede Municipal de Ensino até março de 2023 com capacitações, ações e implementação de políticas públicas voltadas para as alunas. “Queremos garantir o acesso e permanência das meninas na escola. Iremos trabalhar através da formação e debate da igualdade de gênero nas escolas, tanto para as estudantes quanto para a comunidade escolar”, afirmou a champion da Malala Fund do Conselho das Mulheres do Cabo, Cássia Souza.

 As participantes foram selecionadas através de um diagnóstico de vulnerabilidade de evasão escolar. São 30 meninas da Escola Municipal Vereador João Ciríaco da Silva, na Charneca, e 30 da Escola Professora Maria Thamar Leite da Fonseca, em Enseada dos Corais. São meninas do 2ª ano do ensino fundamental com faixa etária entre 12 e 14 anos. Ao longo do projeto, elas serão multiplicadoras do aprendizado nas suas escolas e comunidades. Além da Rede Municipal, ainda serão acompanhadas 30 meninas, entre 15 e 17 anos, da Escola Estadual Luisa Guerra.

O secretário municipal de Educação, Heberte Gomes, afirmou que o projeto ajudará no diagnóstico social dessas meninas. “Tendo essas informações, poderemos eleger estratégias para garantir o direito dessas crianças à escola, fortalecendo os trabalhos da educação que já são desenvolvidos no município”.

De acordo com a secretária executiva da Mulher, Walkiria Alves, o projeto tem um grande papel na prevenção da violência contra a mulher através da educação. “O conhecimento e a transformação cultural dentro dessa sociedade machista possibilita que a menina e mulher se enxerguem como pessoas que não devem ser silenciadas e que tenham ciência dos seus direitos”.

A coordenadora geral do Centro das Mulheres do Cabo, Nivete Azevedo, comemora a parceria. ” Essa ação integrada entre poder público e a sociedade civil é muito importante para enfrentar as desigualdades de gênero, especialmente com essa experiência do Centro das Mulheres do Cabo em trabalhar com educação não sexista para mudar a cultura do machismo dentro da educação formal”. 

 

Leia também:

Parceria do Cabo de Santo Agostinho vai melhorar mobilidade, saneamento e habitação do município

Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho convoca 120 aprovados no concurso municipal

 

Da redação do Portal de Prefeitura com informações da Secretaria de Comunicação Social do Cabo.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal