Trabalho

Paulo Roberto, prefeito de Vitória, pede autorização à Câmara para compra de vacinas

“Com essa lei aprovada pelos vereadores, saímos na frente. Vamos nos antecipar, para quando chegar a possibilidade comprar vacinas, Vitória está pronta para fazê-la”, destacou o gestor.

O prefeito de Vitória de Santo Antão, Paulo Roberto (MDB), enviou ontem (10/03) o Projeto de Lei 003/2021, solicitando autorização orçamentária para compra direta de vacinas, insumos e equipamentos para a entrada da cidade no consórcio de cidades mobilizado pela Frente Nacional de Prefeitos.

Antes de assinar e encaminhar o Projeto, o Paulo Roberto apresentou o documento ao presidente da Casa Diogo de Braga, André Saulo (PSD), ao líder do Governo, Mano Holanda (PSD), e aos vereadores David Frutas (PSB), Josias da Militina (Republicanos), Irmão Celso Bezerra (PSB). O secretário de Saúde, Eudes Lorena, e o de Administração, Joeides Pereira, também estavam presentes ao encontro.

O presidente da Câmara, André Saulo, disse que diante do conhecimento do documento e do caráter de urgência já iria convocar os pares para uma reunião na próxima sexta-feira.

“Iremos cumprir o prazo regimental de 3 dias para convocação de reunião para votação de um projeto em caráter de urgência, mas caso a possibilidade de compra de vacina apareça antes disso, senhor prefeito, anteciparemos essa reunião”, se comprometeu.

Leia também:
>>>Piscinas e espaços de lazer terão fiscalização intensificadas em Vitória

“Percebo que há muito boa vontade nesta mesa, mas para além disso é preciso que haja também cooperação entre os hospitais João Murilo, Santa Maria e Apami, para suprir as demandas de atendimento de cada um, mediados pela regulação da secretaria municipal”, destacou Mano Holanda.

Vitória foi um dos três primeiros municípios pernambucanos a assinar a intenção de compras pelo consórcio da Frente Nacional de Prefeitos.

“Com essa lei aprovada pelos vereadores, saímos na frente. Vamos nos antecipar, para quando chegar a possibilidade comprar vacinas, Vitória está pronta para fazê-la”, destacou o prefeito Paulo Roberto.

VACINAÇÃO

O plano de vacinação em Vitória de Santo Antão começou no dia 19 de janeiro com a chegada das primeiras doses da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantã, em parceria com o laboratório chinês. As etapas de vacinação na primeira fase avançaram e hoje a cidade totaliza o recebimento de mais de 6 mil vacinas dos tipos Coronavac e Astrazeneca.

Os imunizantes utilizados foram aplicados nos idosos a partir de 80 anos, em profissionais de saúde e de várias categorias, alguns, inclusive, tendo recebido a segunda dose. Também já foi iniciada a aplicação das doses nos coveiros e funcionários de funerárias que têm contato direto com cadáveres potencialmente contaminados.

A previsão é que, nos próximos dias, com a chegada de novas vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde, a vacinação avance para os idosos a partir de 78 anos. Para o secretário de Saúde, Eudes Lorena,

“a possibilidade de compra pelo município vai agilizar a chegada de novas doses e adiantar o processo de imunização dos vitorienses”, conclui Lorena.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura de Vitória de Santão 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal