Apelo

Após pedir, Flávio Dino agora “implora” para que fiquem em casa

“Volto a pedir, volto a conclamar, volto a convidar e, pela primeira vez em entrevista coletiva, uso o verbo implorar”, afirmou o governador.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), passou a “implorar” para que a população siga rigorosamente o distanciamento social e fique em casa neste momento de avanço acelerado da pandemia de Covid-19. O apelo de Dino feito nas redes sociais nesta sexta-feira (12), ao abordar o enfrentamento à crise do novo coronavírus no estado.

Flávio Dino, Após pedir, Flávio Dino agora “implora” para que fiquem em casa
 Flávio Dino Foto: Divulgação

“Volto a pedir, volto a conclamar, volto a convidar e, pela primeira vez em entrevista coletiva, uso o verbo implorar”, afirmou o governador, em vídeo que publicou nas redes sociais nesta sexta (12). “Eu estou implorando, pelo amor do nosso senhor Jesus Cristo, que as pessoas nos próximos dias cumpram esses compromissos mínimos – mínimos, básicos.”

“Estou pedindo, implorando que vocês usem máscaras quando estiverem ali na rua. Evitem aglomeração nessas próximas semanas para que o sistema hospitalar possa suportar essa hora difícil no Brasil”, acrescentou Dino. Segundo ele, a situação dos hospitais no estado está “muito difícil” e os profissionais de saúde “estão exaustos”.

“Vamos nos unir. Esqueçam em quem você votou, em quem você vai votar. Não importa isso agora. Esqueçam simpatias ou antipatias políticas”, afirmou. “‘Eu não gosto do governador’ – não tem problema. Eu não estou pedindo que gostem do governador ou do governo.”

Conforme boletim divulgado pela secretaria de Saúde do Maranhão na quinta-feira (11), a taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes de Covid-19 é de 97,25% na Grande Ilha, 90,28% na Imperatriz e 58,8% nas demais regiões. Hoje, há 11.692 casos ativos no estado. Desde o início da epidemia, o Maranhão já teve 226 mil casos confirmados e 5.413 mortes pela doença.

Veja Mais: Governadores do Nordeste anunciam acordo por 39 milhões de doses da vacina Sputnik V

Consórcio Nordeste, formado por governadores da região, anunciou a compra de 39,6 milhões de doses da vacina Sputnik V, do Instituto Gameleya, na Rússia.

A negociação foi apresentada, ontem, em reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Segundo o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), as tratativas tiveram início no ano passado e foram feitas pelo presidente do consórcio, Rui Costa (PT), diretamente com o Fundo Russo de Investimento Direto.

Da redação do Portal com informações do site Vermelho

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal