União

Em carta, governadores pedem pacto entre os três poderes e rapidez na vacinação

O manifesto dos chefes de Executivo estaduais também reforça que o coronavírus é o "maior adversário da nossa nação".

Em carta divulgada nesta quarta-feira (10), governadores de 22 estados e do Distrito Federal pedem união entre os três poderes da República para acelerar a vacinação contra a covid-19, apoio a medidas preventivas e ampliação da rede hospitalar.

O manifesto dos chefes de Executivo estaduais também reforça que o coronavírus é o “maior adversário da nossa nação”.

“O coronavírus é hoje o maior adversário da nossa Nação. Precisamos evitar o total colapso dos sistemas hospitalares em todo o Brasil e melhorar o combate à pandemia. Só assim a nossa Pátria poderá encontrar um caminho de crescimento e de geração de empregos”, afirma a carta dos governadores.

O primeiro pedido dos gestores é a expansão da vacinação, “com pluralidade de fornecedores, mais compras e busca de solidariedade internacional, em face da gravidade da crise brasileira. Sublinhamos que todas as aquisições devem ser distribuídas segundo o marco legal do Plano Nacional de Imunização”.

Ver mais:

>> Em nota, 16 governadores afirmam que governo Bolsonaro promove “má informação” e “conflito”

Além disso, o manifesto pede apoio a medidas preventivas para combate à covid-19. “Há limites objetivos à expansão de leitos hospitalares, tendo em vista escassez de insumos e de recursos humanos. Dessa forma, as medidas preventivas protegem as famílias, salvam vidas e asseguram viabilidade aos sistemas hospitalares. Medidas como o uso de máscaras e desestímulo a aglomerações tem sido usadas com sucesso na imensa maioria dos países, de todos os continentes”, citam os governadores.

Por fim, os governadores pedem apoio para manutenção e ampliação de leitos “quando for possível”.

“Ademais, que haja uma integração de todos os sistemas hospitalares, a fim de usar ao máximo as disponibilidades existentes, a partir de planejamento e análise diária de cenários em cada unidade federada”, ponderam.

Os 22 governadores ainda pedem a criação de um comitê gestores, com representação dos três poderes e de todos os níveis da Federação e a assessoria de uma comissão de especialistas.

Além do governador pernambucano Paulo Câmara, assinaram a carta gestores de Maranhão, Pará, Amapá, Espírito Santo, Ceará, Tocantins, São Paulo, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Sul, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Acre, Minas Gerais, Distrito Federal e Roraima.

carta, Em carta, governadores pedem pacto entre os três poderes e rapidez na vacinação
Foto: Divulgação

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal