Recurso

Prefeitura do Cabo recebe R$1,1 milhão em emenda parlamentar destinados a saúde

Estas verbas serão destinadas para aquisição de dois consultórios móveis, um com consultório odontológico e outro com atendimento médico e ginecológico.

O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Keko do Armazém, recebeu na tarde desta terça-feira (09) a deputada estadual Fabíola Cabral (PP), no Centro Administrativo Municipal- CAM 1- Torrinha. A parlamentar destinou verba em emenda parlamentar que somam mais de R$1,1 milhão de reais para a melhoria da Atenção à Saúde.

Estas verbas serão destinadas para aquisição de dois consultórios móveis, um com consultório odontológico e outro com atendimento médico e ginecológico, para prestar  assistência à população do município que reside em áreas distantes das Unidades de Saúde da Família.

O chefe do executivo destacou que os recursos irão ampliar os serviços de saúde na cidade. “Sabemos que a saúde municipal necessita de grande atenção, sobretudo, neste momento de pandemia. Com este recurso, iremos ampliar os atendimentos em áreas descobertas de nosso municipio”, enfatizou Keko do Armazém.

“Nossos esforços são para que os cabenses tenham mais facilidade no acesso à saúde. Afinal, quando o assunto é melhorar a qualidade de vida do povo, não existem lados. Por isso, sigo à disposição da população do Cabo e da Prefeitura para avançarmos juntos”, declarou a deputada estadual Fabíola Cabral.

Leia Também: Prefeitura do Cabo fiscaliza praias e estabelecimentos em cumprimento do decreto estadual

Fiscalização 

Quem passou pelo comércio no Centro do Cabo de Santo Agostinho e no litoral do município no sábado (6) encontrou estabelecimentos fechados e praias vazias. Este foi o primeiro final de semana de vigência do Decreto Estadual nº 50.346, que restringiu a circulação de pessoas aos sábados e domingos e proibiu atividades não essenciais, inclusive durante a semana das 20h às 5h. A medida é válida até o dia 17. A prefeitura da cidade realizou fiscalizações com objetivo de conter aglomerações na cidade pernambucana.

Equipes da Secretaria Municipal de Defesa Social (SMDS), Ronda Ostensiva Municipal (Romu), Guardas Municipais, Trânsito, Controle Urbano, Guarda Ambiental, Patrulha Maria da Penha, Polícia Militar, Reboque e Serviço de Inteligência da Guarda (Sig) trabalham de forma integrada desde as 20h da sexta-feira para fechar os estabelecimentos não essenciais e coibir o uso de paredões nas ruas do Cabo.7

Leia também:
>>>Cabo vacinou 687 idosos contra a Covid-19 em mutirão neste sábado (6)

No total, 19 agentes da Secretaria Municipal de Defesa Social, homens da Polícia Militar e de Controle Urbano participaram da ação nas ruas. Além disso, o novo Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM) funciona 24 horas realizando o videomonitoramento da cidade, auxiliando no trabalho das equipes externas.

“Policiais Militares e Guardas Municipais trabalham integrados no videomonitoramento 24 horas, acionando as equipes que estão na rua quando há alguma movimentação que vai contra o decreto estadual. Desde o dia 3 de março a SMDS está engajada em várias operações no combate à pandemia”, destacou o secretário municipal de Defesa Social, Pablo de Carvalho.

A Secretaria Municipal de Defesa Social (SMDS) também realizou bloqueios na PE-28, após o pedágio da Rota do Atlântico, e na PE-09, antes do pedágio da Rota dos Coqueiros. A ação tem o intuito de proibir a entrada e circulação de veículos de excursão e turismo no litoral, em concordância com o decreto municipal Nº 2000, que aborda sobre medidas temporárias para a prevenção do contágio da Covid-19 no município do Cabo de Santo Agostinho.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Cabo

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal