Manifesto

Evangélicos protestam e pedem igrejas como essencial; líder católico emite carta complacente e de obediência ao decreto

Cristãos pedem que a igreja e suas atividades sejam reconhecidas como essencial e possam funcionar obedecendo todos os cuidados de prevenção.

Evangélicos e suas diversas lideranças em Pernambuco fizeram, na manhã deste domingo, 7 de março, uma carreata denominada Igreja É Essencial, como forma de protesto contra o decreto estadual que impede o funcionamento dos templos.

Decisão do governador Paulo Câmara é válida até 17 de março, e as atividades não essenciais ficam impedidas de funcionar das 20h às 5h durante a semana, e durante todo o dia dos sábados e domingos.

O ato foi iniciado na Padaria Boa Viagem, na Zona Sul do Recife,  e percorreu importantes vias da capital pernambucana como a Avenida Agamenon Magalhães e concluiu no Palácio Campo das Princesas, onde as manifestações foram mais intensas gerando alguns pontos de aglomeração.

Protesto de lideranças evangélicas em Pernambuco.
Protesto de lideranças evangélicas em Pernambuco. Foto: Reprodução/Rede Social

Católicos

Na última sexta-feira, 5 de março, lideranças católicas também chegaram a promover um protesto em frente ao Palácio do Campo das Princesas pedindo providência para que a igreja e suas atividades sejam reconhecidas como essencial e possam funcionar obedecendo todos os cuidados de prevenção.
 
Neste domingo, 7 de março, a Arquidiocese de Olinda e Recife emitiu uma nova carta de posicionamento sobre o decreto estadual. Dom Fernando assina o documento e diz obedecer a decisão, pois, valoriza antes de tudo a vida. Cita ainda a atuação do Legislativo que pode tomar decisão para reverter a questão e pontua medidas mais eficazes para evitar as aglomerações no transporte público coletivo e nas filas de agências bancárias, por exemplo.
Carta do Arcebispo de Olinda sobre decreto estadual. Católicos e evangélicos buscam solução da questão.
Carta do Arcebispo de Olinda sobre decreto estadual. Católicos e evangélicos buscam solução da questão. Imagem: Divulgação

Durante a homilia deste domingo, em celebração na igreja catedral da Sé, Dom Fernando dedicou um tempo para relacionar a palavra sagrada com a situação atual.

Leia também:
>>> Após pedido do Pastor Cleiton Collins, Alepe colocará em votação projeto de igrejas como serviços essenciais

Projeto da Alepe

O deputado Estadual Pastor Cleiton Collins (PP), que é evangélico, deu entrada na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), em um Projeto de Lei que classifica a Igreja como serviço essencial no Estado. O PL está em tramitação nas comissões da Casa legislativa e será votado na próxima segunda-feira (8).

Collins falou da importância da aprovação do projeto e a necessidade dos fiéis em manifestar sua fé e cultuar a esperança de passar por todo esse momento difícil.

“O templo é um hospital da alma. É importante que possa atender as pessoas neste momento”, considerou Pastor Cleiton Collins.

Entenda

O Governo de Pernambuco, após análise do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, anunciou, na última segunda-feira, 1° de março, a proibição das atividades não essenciais das 20h às 5h, de segunda a sexta em todo o Estado.

Além disso, aos sábados e domingos, somente serviços essenciais poderão funcionar. Igrejas e templos religiosos podem realizar celebrações com transmissão via internet, mas, sem presença dos fiéis. Também estarão fechados clubes sociais, praias e parques nos finais de semana. Nas praias, no entanto, será permitida apenas a prática de atividades esportivas individuais.

As medidas, anunciadas pelo governador Paulo Câmara em pronunciamento, entraram em vigor desde a quarta-feira, 3 de março, e são válidas até o dia 17 de março.

 

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal