Pandemia

Ministério da Saúde prevê que Brasil tenha 3 mil mortes por dia de Covid-19, diz O Globo

Governo federal cogita abrir hospitais de campanha, de acordo com jornal, e vai incentivar que estados façam o mesmo.

Integrantes da cúpula do Ministério da Saúde avaliam que o Brasil vai viver nas próximas duas semanas o pior momento da pandemia de Covid-19, com os registros de mortes por dia passando de 3 mil, de acordo com reportagem do jornal “Valor Econômico” publicada nesta sexta-feira. Nos últimos sete dias, a média de mortes ficou em 1.361, com um pico de 1.840 óbitos registrados na quarta-feira.

Segundo o jornal, o governo federal cogita construir hospitais de campanha nos próximos dias e vai estimular que estados reabram estruturas do tipo que foram fechadas. Tirando isso, de acordo com a reportagem, o Ministério da Saúde avalia que não há muito o que fazer. A decretação de um lockdown nacional está descartada.

As preocupações da pasta estão direcionadas para a região Sul, onde os três estados estão à beira do colapso. Também há preocupação com a falta de leitos na região Norte, apesar de um número menor de casos. A situação de Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Goiás também geram alertas.

No médio prazo, a equipe do ministro Eduardo Pazuello acredita que a vacinação começará a acelerar a partir deste mês, com uma maior produção do Instituto Butantan e da Fiocruz.

Fonte: O Globo

Leia também:
>>>MPF-GO defende o uso da hidroxicloroquina como tratamento precoce da Covid-19 em nota técnica

Declaração

Na última quarta-feira, 3 de março, o presidente Jair Bolsonaro, disse que está pronto para colocar em prática o seu projeto de combate à pandemia do novo coronavírus no Brasil, caso o Supremo Tribunal Federal (STF) entenda que é responsabilidade de seu governo a determinação de medidas no combate à doença.

O posicionamento do presidente aconteceu depois de comentar sobre o pedido de secretários de saúde por um toque de recolher nacional.

“Se eu tiver poder para decidir, eu tenho o meu programa e o meu projeto pronto para botar em prática no Brasil (…) Preciso ter autoridade. Se o Supremo Tribunal Federal achar que pode dar o devido comando dessa causa a um poder central, que eu entendo ser legitimamente meu, eu estou pronto para botar meu plano”, disse.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal