Solicitação

Bancada Cristã do Recife entrega carta ao prefeito e ao governador em prol das Igrejas

O grupo pediu a inclusão das denominações religiosas como serviços essenciais nos decretos. O intuito é fortalecer o pedido da bancada evangélica da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

A bancada Cristã da Câmara do Recife se reuniu, na quarta-feira, 3 de março, com o secretário de Governo da Prefeitura do Recife, Carlos Muniz e com o secretário-executivo de articulação e Acompanhamento da Casa Civil, Carlos Figueiredo.

O grupo entregou duas cartas abertas, uma ao prefeito e uma governador, para pedir a inclusão das denominações religiosas como serviços essenciais nos decretos. O intuito é fortalecer o pedido da bancada evangélica da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Os vereadores da bancada estão preocupados pela revogação de dispositivo que garantia as celebrações presenciais religiosas em igrejas, templos e similares em todo o Estado. Defendem que a igreja é alimento para a alma e saúde, principalmente, nesse momento em que o mundo vive. Enfatizam que a igreja precisa ficar aberta cumprindo todos os protocolos de saúde, respeitando o número de pessoas e o distanciamento social.

Participaram das reuniões os vereadores Michele Collins (PP)- presidente; Felipe Alecrim (PSC) – vice-presidente; Ana Lucia (Republicanos); Fred  Ferreira (PSC); Junior Tercio (Podemos); Luiz Eustáquio (PSB); Professor Mirinho (Solidariedade); Renato Antunes (PSC) e Alcides Cardoso (DEM).

Bancada Cristã
Bancada Cristã do Recife entrega carta ao prefeito em prol das Igrejas. Foto: Foto: Mariana Carvalho

Leia mais:
>>> Cleiton Collins reúne bancada evangélica da Alepe com Paulo Câmara em busca de colocar igrejas como essencial

Bancada evangélica da Alepe

Deputados que integram a Bancada Evangélica na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) divulgaram uma carta aberta, solicitando a inclusão das atividades religiosas nos serviços essenciais. As novas medidas, anunciadas pelo Governo do Estado na segunda-feira (1º), inviabilizam a realização de cultos e atividades religiosas presenciais, gerando preocupação para lideranças e membros dessas instituições.

O decreto, que estará em vigor entre os dias 03 e 17 de março, proíbe a realização atividades chamadas de ‘não-essenciais’ em todo o estado, das 20h às 05h de segunda a sexta-feira e durante o dia todo aos finais de semana.

Em tom ameno e objetivo, a carta propõe a reavaliação do decreto para que atividades de culto possamos ocorrer diariamente até as 21h, mantendo o horário médio de funcionamento das instituições.

Da redação do Portal com informações da Bancada Cristã da Câmara do Recife

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal