Denúncia

Carro de deputado estadual do PSL é alvo de tiros no Rio de Janeiro

Caso ocorreu perto da Avenida Brasil, na Zona Norte da capital fluminense. Gualberto estava com 2 assessores no momento.

O carro do deputado estadual do Rio de Janeiro Márcio Gualberto (PSL) foi alvo de tiros na noite da terça-feira, 2 de março, próximo à Avenida Brasil, na zona norte da capital fluminense.

Gualberto estava saindo da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) e usou uma rua paralela à avenida para driblar o congestionamento.

Além do deputado do PSL, estavam no veículo 2 assessores e 1 segurança. Ninguém ficou ferido. O deputado não se manifestou publicamente após o ocorrido. Policial civil, Gualberto foi eleito em 2018, com 23.169 votos.

O boletim de ocorrência foi registrado na delegacia de Marechal Hermes, na zona norte do Rio de Janeiro. A imprensa procurou a assessoria de Gualberto e da Alerj para obter mais informações sobre as providências que serão tomadas. Até a publicação desta reportagem, não houve retorno.

Fonte: Poder 360

Outro ataque

O vereador do Rio de Janeiro, Gabriel Monteiro, revelou, em suas redes sociais que foi atacado por “marginais” durante o exercício de sua atividade parlamentar, mas que se salvou devido ao fato de o carro ser blindado. O caso aconteceu em janeiro de 2021.

Os detalhes do ataque foram revelados pelo vereador em sua conta do Instagram.

“Acabo de ser atacado durante atividade parlamentar, por Deus o carro é blindado. Marginais não me intimidarão, moradores de todas as regiões do RJ desde que comecei no dia 1, na posse, um trabalho fiscalizador, clamam por mudanças. Neguei o recesso e tô trabalhando, orem por mim”, escreveu.

 

Gabriel Monteiro contou sobre os momentos de terror pelo qual passou.

“Marginais me reconheceram e começaram a ameaçar em cima da escadaria da Pedra do Sal. Atacaram minha equipe com pedras e madeiras. Minha equipe de policiais começou a agir. Quando estávamos saindo, eles acertaram meu carro. Quebraram a blindagem”, revelou.

“A perícia ainda vai ser realizada. Eu estava dirigindo, eu só senti a pressão bem forte, mas os elementos estavam armados, houve, sim, barulho semelhante ao que conhecemos de tiros. Mas não falei que eram tiros porque é preciso esperar o resultado da perícia”, acrescentou o vereador.

O vereador postou um vídeo do momento em que aconteceu o atentado.

 

Gabriel foi eleito para uma vaga na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro. Com 100% das urnas apuradas, o jovem teve 60.325 votos e foi o terceiro mais votado da cidade.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal