João Campos: “Crédito Popular irá priorizar jovens, mulheres, pessoas negras e com deficiência”

O programa foi aprovado por unanimidade na última segunda-feira (1º) pela Câmara Municipal do Recife e será sancionado ainda em março pelo prefeito João Campos.

O prefeito João Campos com o compromisso de ajudar as populações mais vulneráveis neste momento de pandemia, irá priorizar jovens, pessoas negras e pessoas com deficiência para a concessão de crédito dentro do programa Crédito Popular do Recife. Aprovado por unanimidade nessa segunda-feira (1º) na Câmara dos Vereadores da capital, o programa será sancionado pelo prefeito João Campos ainda neste mês de março.

“O Crédito Popular do Recife será uma ação da Prefeitura do Recife que vai disponibilizar até 10 mil operações de crédito por ano para que as pessoas no Recife possam investir. É um compromisso de poder ajudar um negócio que existe, montar um novo negócio, ajudar também quem precisa aumentar, está com alguma dívida ou precisando melhorar a infraestrutura do seu negócio. Também pode ser para o trabalhador informal ou para quem está negativado. E a gente vai fazer uma priorização: nós vamos priorizar a concessão do crédito para os jovens, as mulheres, as pessoas com deficiência e as pessoas negras”, disse o prefeito. “A gente entende que é fundamental ajudar a geração de renda na cidade, dando oportunidade para os recifenses que são muito talentosos e que precisam sempre de um olhar atento por parte da prefeitura”, completou João Campos.

O prefeito detalhou ainda como o programa, que será disponibilizado através da plataforma Conecta Recife, funcionará. “Como vai funcionar a operação de crédito: a gente vai disponibilizar o cadastro no Conecta Recife. Serão cotas mensais. Você vai se cadastrar, botar as informações básicas do seu negócio, daquilo que você pretende montar, e vai ter uma equipe de agentes de crédito para orientar. No início, começará com seis agentes de crédito. A gente já está autorizando a contratação de mais 20 agentes para poder fazer as visitas e poder fazer uma orientação.”

O prefeito João Campos explicou que, além de conceder o crédito, a Prefeitura do Recife também irá assistir os recifenses, para que o recurso seja investido da melhor forma possível para o negócio. Ainda de acordo com o prefeito isso vai acontecer na figura do agente de crédito.  “Não é apenas dar o crédito, mas orientar a pessoa sobre qual a melhor forma de utilizar aquele dinheiro, como investir da maneira correta no seu negócio. Imagine que a pessoa está na dúvida se deve utilizar aquele dinheiro para pagar algum tipo de dívida ou comprar um produto ou um equipamento, tudo isso a gente vai orientar da melhor forma. Você quer fazer a produção de bolo, de doce artesanal dentro de casa, o agente de crédito vai lhe orientar se é melhor com aquilo comprar um forno, comprar material para produção ou fazer uma campanha de divulgação daquilo que você já produz. O agente tem o papel também de orientar a pessoa para pegar o crédito da melhor forma.”

Além da orientação, a Prefeitura do Recife assumiu o compromisso de quitar a última parcela dos recifenses que mantiverem em dia o seu pagamento. “O Crédito Popular do Recife vai ter uma taxa de 0.99% ao mês. É uma taxa que não existe no mercado, não existe nos o bancos e com o compromisso da Prefeitura pagar a última parcela para aquelas pessoas que pagarem em dia. Isso é a mesma coisa de juros zero. Quando a gente paga a última parcela, é a mesma coisa que você pegar aquele empréstimo e no final devolver o mesmo dinheiro sem nenhum juros”, destacou João Campos. “A gente também vai colocar uma carência de quatro meses e isso faz com que as pessoas do Recife tenham atratividade e um fomento. A Prefeitura do Recife vai ser parceira, vai dizer ‘aqui pode pegar que a gente está junto, que a gente acredita no talento do recifense” ‘, completou o prefeito.

CRÉDITO POPULAR DO RECIFE – O programa vai estimular a geração de emprego e renda no Recife, concedendo crédito de até R$ 3 mil a cerca de 10 mil empreendedores individuais, formais ou informais, microempresas, empresas de pequeno porte e organizações econômicas de caráter coletivo e solidário por ano. Para 2021, a previsão é que a Prefeitura desembolse R$ 16 milhões na concessão dos empréstimos.

As verbas para do Crédito Popular do Recife serão oriundas do Tesouro Municipal e os beneficiários poderão quitar os débitos em até 12 parcelas, com uma taxa de juros simbólica de 0,99% ao mês. O diferencial é que, quem pagar em dia todas as 11 primeiras parcelas, a 12ª ficará por conta da Prefeitura. Outro diferencial é que o programa não tem restrições a quem esteja negativado em serviços de proteção ao crédito. Após o recebimento do empréstimo, o favorecido terá seis meses de carência para iniciar o pagamento das prestações.

 

Leia também:

João Campos detalha projeto de triplicação da BR-232 ao Ministério da Infraestrutura
João Campos discute expansão da rede de educação do Recife com o FNDE

 

Da redação do Portal de Prefeitura com informações do Gabinete de imprensa da PCR.

 

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal