Roubo

Em meio à superlotação de surto de covid, funcionário de hospital furta respiradores

Os aparelhos foram comprados com recursos do governo federal para ajudar no tratamento de pacientes com quadro grave de Covid-19.

Duas pessoas foram presas no sábado (27) em Montes Claros, no Norte de Minas, após furtarem respiradores da Santa Casa da cidade. O crime aconteceu justamente na semana em que o hospital enfrenta superlotação dos leitos.

De acordo com a Polícia Federal (PF), que ainda trabalha na apuração do caso, os aparelhos foram extraviados no início da semana. Em nota divulgada neste sábado, a Santa Casa confirmou que o extravio foi praticado por um funcionário do hospital que foi imediatamente desligado.

“O hospital ressalta que possui um rigoroso controle interno do seu parque tecnológico e que, por este motivo, foi possível identificar a situação. A Instituição informa ainda que as investigações estão em andamento e que desligou, imediatamente, o funcionário suspeito”, diz trecho da nota.

Ver mais:

>> Governador do Pará é indiciado pela PF por suspeita de compra irregular de respiradores

>> Respiradores fabricados pela Marinha e USP beneficiam pacientes de Manaus (AM)

>> Marinha e USP enviam 80 respiradores para Manaus

A ainda polícia prendeu um outro suspeito e cumpriu três mandados de busca e apreensão, todos em Montes Claros. Os dois aparelhos foram recuperados e devolvidos ao hospital ainda no sábado.

Os dois investigados prestarão depoimento. Se condenados, eles podem pegar até sete anos de prisão pelos crimes de furto e associação criminosa.

Nota da Santa Casa na íntegra:

Em relação à Operação O2, deflagrada na manhã de hoje 27/02/2021, pela Polícia Federal, a Santa Casa de Montes Claros ressalta que assim que identificou a falta de dois equipamentos (respiradores), comunicou à Polícia Federal para que fosse dado início às investigações.

O hospital ressalta que possui um rigoroso controle interno do seu parque tecnológico e que, por este motivo, foi possível identificar a situação.

A Instituição informa ainda que as investigações estão em andamento e que desligou, imediatamente, o funcionário suspeito de envolvimento na situação.

Os equipamentos já foram localizados e devolvidos para a Santa Casa Montes Claros.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal