Mudanças

Polícia Civil de Pernambuco troca diretora do Departamento de Combate à Corrupção

Em contato, Sylvana Lellis afirmou que foi comunicada na segunda-feira (22) da remoção.

A Polícia Civil de Pernambuco removeu a delegada Sylvana Lellis da gestão do Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado). O mais cotado para substituí-la é o delegado Guilherme Caraciolo.

Em contato com Sylvana Lellis, que afirmou que foi comunicada na segunda-feira (22) da remoção.

“Na segunda feira, o chefe de polícia me chamou e fui comunicada”, disse a delegada, que será transferida para o Departamento da Mulher. “Aceitei o convite”, afirmou.

Sylvana Lellis ainda declarou que sai com a sensação de “dever cumprido” após dois anos e dois meses à frente do Dracco. A delegada comandava o departamento desde novembro de 2018.

“Acreditava no projeto. E fomos recordistas de operação, sensação de dever cumprido, somos o melhor Dracco do pais na escala da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública). No ano passado, tivemos muitas diculdades na polícia e quem segurou as prisões e as operações foi o Dracco, fomos responsáveis por mais da metade da produção de números positivos da polícia”, disse.

Ver mais:

>> Presidente da Câmara de Nazaré da Mata é alvo de operação do DRACO contra “rachadinhas”

“Escrevi o prefácio, essa historia (do Dracco) é muito positiva, dever cumprido”, afirmou Lellis.

O Dracco foi criado em novembro de 2018 na Polícia Civil, após a extinção da Decasp, e a votação do projeto de lei na Assembleia Legislativa de Pernambuco rendeu polêmica na época.

O mais cotado para assumir o Dracco, delegado Guilherme Caraciolo, comandou em janeiro de 2021 a Operação Inabilitados, para desarticular uma organização suspeita de irregularidades no Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE).

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal