Campanha

Ministra Damares anuncia Plano de Enfrentamento ao Feminicídio

Em 2020 o ligue 180 registrou aumento de 39% no número de denúncias de violência contra mulher.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, falou no programa Brasil em Pauta na TV Brasil sobre as principais realizações da pasta no ano de 2021 e as previsões para este ano. Entre as novidades estão a intensificação do combate à violência contra a mulher, com a implantação do Plano de Enfrentamento ao Feminicídio, prevista para o início de março. De acordo com Damares Alves, só no ano passado, o Ligue 180 registrou aumento de 39% no número de denúncias de violência contra mulher.Ministra Damares, Ministra Damares anuncia Plano de Enfrentamento ao FeminicídioMinistra Damares, Ministra Damares anuncia Plano de Enfrentamento ao Feminicídio

Segundo a ministra, também faz parte do combate à violência doméstica a ampliação da rede de Casas da Mulher Brasileira, lugar que reúne diversos serviços de proteção como delegacia, psicólogos e acolhimento para quem foi vítima de violência. De acordo com Damares, hoje o Brasil possui apenas 7 espaços como esse e a meta é criar 27 novos centros ainda este ano. A ministra fez um apelo às mulheres vítimas de violência: “Nos procurem. Nós vamos até vocês”.

Balanço

Damares Alves também fez um balanço das ações desenvolvidas pela pasta nos últimos meses, em especial, durante a pandemia do novo coronavírus. O governo entregou cestas básicas e kits de higiene para indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais. O objetivo era evitar que esses povos saíssem do isolamento. “O nosso ministério distribuiu, diretamente, em torno de 450 mil cestas básicas beneficiando inúmeras famílias indígenas”.

Outra medida importante foi a criação, em 2020, de novos canais de denúncia como WhatsApp (pelo número 61- 99656-5008), Telegram (basta apenas digitar Direitoshumanosbrasilbot) e um aplicativo que inclusive funciona com vídeochamada em qualquer lugar do mundo.

Veja Mais 

>>> Damares abre processo contra Ciro Gomes : “Quero que prove que sou bandida”

Damares processa Ciro Gomes 

A Justiça Federal do Ceará já tem em mãos o processo movido pela ministra dos Direitos Humanos Damares Alves contra o ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE). A ministra acusa o político de calúnia e difamação.

O pedido tem base em episódio ocorrido em maio de 2020, em entrevista do pedetista ao canal de Youtube Jornal do José, com 167 mil inscritos. Na ocasião Ciro faz uma série de críticas contra a ministra, a quem chega a chamar de “bandida nazifascista”. A ação foi apresentada no final do ano passado, mas só chegou à Justiça do Ceará no início de fevereiro.

“Esta bandida dessa Damares, que eu sei bem o que eu estou dizendo, é uma bandida nazifascista. É uma bandida. Sabe essa nazistinha que eu não vou dizer o nome, essa nazistinha que financia esse acampamento dos 300? Essa menininha era assessora da Damares”, disse Ciro, em referência à ativista Sara Winter.

Ver mais:

>> Damares Alves reúne ministério para articular socorro a bebês de Manaus

>> Ministra nega pedido de anistia para dirigente do PT

>> Damares: “Tenho me manifestado pela vida e contra a morte”

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal