Votação

Veja como deverão votar os partidos sobre a prisão de Daniel Silveira

O levantamento, feito pelo Estadão, indica que são grandes as chances dos parlamentares confirmarem a decisão unânime do STF pela manutenção da prisão.

De 24 líderes de partidos na Câmara dos Deputados, apenas três declararam que vão se posicionar a favor da soltura do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) na votação de logo mais no plenário da Casa. O levantamento, feito pelo Estadão, indica que são grandes as chances dos parlamentares (são necessários 257 votos) confirmarem a decisão unânime do STF pela manutenção da prisão.

Após ameaçar ministros do STF e defender o Ato Institucional 5 (AI-5), o mais severo da ditadura militar, o deputado bolsonarista foi preso, na último terça-feira, por determinação do ministro Alexandre de Moraes.  A decisão, que teve o aval dos demais ministro, foi confirmada em audiência de custódia.

O jornal explicou que dos nove partidos que admitem publicamente que vão votar por manter a prisão somam 197 parlamentares. E apurou, porém, que 11 legendas se manifestarão contra Silveira, mas dois preferiram não tornar o posicionamento público para evitar pressões internas até a votação.

Veja Mais: Presidente do STF afirma que foi ele quem pediu a prisão de Daniel Silveira

Destacou que a orientação do líder, no entanto, não significa que todos os deputados votarão da mesma forma. Alguns deles, como no caso do PSL e do PSDB, admitem que a bancada deve se dividir na votação”, diz reportagem do jornal.

“Como mostrou o Estadão, o Centrão decidiu abandonar Silveira e, nos bastidores, passou a defender a manutenção da prisão. O deputado, fiel aliado do presidente Jair Bolsonaro, adotou um discurso de ódio contra integrantes do STF e fez apologia ao Ato Institucional nº 5, o mais duro da ditadura militar”, revelou.

Daniel Silveira, Veja como deverão votar os partidos sobre a prisão de Daniel Silveira

Lideranças

O Estadão apurou que o líder do partido de Lira, Caca Leão (BA), disse aos pares que a bancada está dividida, mas deve ter maioria a favor da prisão. Procurado pela reportagem, ele não se manifestou sobre a posição da sigla.

Nas contas do deputado Eduardo da Fonte (Progressistas-PE), “por volta de 90%” dos parlamentares da sigla deve votar para manter Silveira preso. De acordo com ele, a avaliação na bancada é a de que o deputado do PSL do Rio de Janeiro extrapolou os limites da liberdade de expressão e a imunidade material dos parlamentares.

“Ouvi um deputado muito experiente do partido dizendo o seguinte: ‘Eu não me preocupo com esse precedente, porque esse é um precedente de débil mental’”, disse da Fonte, ressaltando que ele próprio não estava fazendo juízo de valor sobre o caso.

O Republicanos, outro fiel da balança governista e protagonista do Centrão, também vai contra Daniel Silveira. “A bancada terá ampla maioria para manter a prisão”, disse ao Estadão o presidente da legenda, deputado Marcos Pereira (SP), um dos principais aliados de Lira e de Bolsonaro.

No DEM, dos 29 deputados da legenda, o cálculo de parlamentares é de que ao menos 16 votem por manter Silveira preso.

Embora não admitam publicamente como vão orientar a bancada, o Estadão apurou que líderes de Podemos, PSC e PROS manifestaram na reunião com Lira que são contra a prisão.

No PV, o líder do partido, Enrico Misasi (SP), disse que a posição da bancada ainda está indefinida. Embora o deputado veja como grave a conduta de Silveira, ele disse ter dúvidas se a prisão não representa derespeito à imunidade parlamentar.

Com informações do Estadão e site Vermelho 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal