Nome

Nos bastidores, ministro Bento Albuquerque é cotado para assumir Petrobras

O nome circula nos bastidores depois das críticas do presidente Jair Bolsonaro em sua live semanal ao presidente da Petrobras.

Nos bastidores, o nome do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, está entre os cotados para assumir a presidência da Petrobras no lugar de Roberto Castello Branco.

O nome circula nos bastidores depois das críticas do presidente Jair Bolsonaro em sua live semanal ao executivo, que semanas antes disse que a greve dos caminhoneiros não era um problema da Petrobras, mesmo que esse movimento estivesse fortemente relacionado ao aumento do diesel.

Bolsonaro prometeu zerar os impostos federais sobre o diesel por dois meses. Ele considerou o aumento anunciado pela Petrobras, o quarto do ano, “fora da curva” e “excessivo”.

Ver mais:

>> Bolsonaro sobre aumento de preço do combustível: “alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias”

>> Em visita de Bolsonaro à Sertânia, Governo inicia testes no Ramal do Agreste

>> Gasolina soma quarto aumento em dois meses e totaliza 34,7% em reajuste

O presidente também afirmou que não pode interferir na estatal e ressaltou que a medida “vai ter consequência”, mas não revelou qual seria a medida.

Depois que Bolsonaro decidiu se aproximar do Centrão e reforçar sua base no Legislativo, seu nome passou a circular como um possível substituto a Wilson Ferreira Jr, que renunciou à presidência da Eletrobras três dias depois que o então futuro presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse que a privatização da companhia não seria prioridade em sua gestão.

O ministro tem a confiança de Bolsonaro e a presidência da Petrobras seria mais do que uma saída honrosa para o almirante, ao mesmo tempo em que abre espaço para acomodar os novos aliados de Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal