Pedido

Malafaia ameaça bancada evangélica em caso de apoio a prisão de deputado: “Nunca mais serão votados por nós”

A manifestação do pastor foi em seu perfil no Twitter na quinta-feira (18).

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Silas Malafaia ameaçou na quinta-feira (18) membros bancada evangélica que não votarem pela soltura do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ).

Segundo o pastor, quem votar a favor de manter um deputado “preso por suas falas” será denunciado aos evangélicos para que “nunca mais” seja votado pelos religiosos.

A Câmara dos Deputados discute nesta sexta-feira (19) se mantém ou não a prisão do parlamentar, preso em flagrante por publicar vídeo atacando ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e fazendo apologia ao AI-5, instrumento de repressão durante a ditadura militar.

“ALERTA A FRENTE PARLAMENTAR EVANGÉLICA ! Deputado evangélico que votar em favor dessa aberração jurídica de manter um deputado preso por suas falas , vou denunciar aos evangélicos , para nunca mais ser votado por nós . O QUE ESTÁ EM JOGO É O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO.ABSURDO!”, escreveu.

Ver mais: 

>> Em vídeo, Silas Malafaia afirma: “Caluniar Bolsonaro pode! Falar mal de ministro do STF dá cadeia”

>> Urgente: Plenário do STF mantém prisão do deputado Daniel Silveira

>> Luciano Bivar, presidente do PSL, diz que partido prepara expulsão de deputado que atacou STF

Protesto

O pastor Silas Malafaia se pronunciou, na quinta-feira (17), sobre a prisão do deputado federal Daniel Silveira. O religioso protestou contra a postura de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Malafaia anunciou ainda que divulgará um novo vídeo com uma análise do caso.

“Vídeo mais tarde! Xingar e caluniar Bolsonaro pode! Falar mal de ministro do STF dá cadeia”, escreveu ele, no Twitter.

Em uma breve chamada, o pastor destacou que não foi chamado para ser omisso. Malafaia definiu a prisão do parlamentar como “um dos maiores absurdos que estamos vivendo nesse tempo”.

“Eu não fui chamado pra ser covarde nem omisso… [Isso] é um dos maiores absurdos que nos estamos vivendo nesse tempo. Eu não concordo com nada do que esse deputado falou, mas a prisão [dele] ultrapassa os limites e a raia daquilo que é legal. É uma afronta à Constituição. Onde é que nós vamos parar?”, declarou Silas Malafaia.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal