Abertura

Ato ecumênico celebra Campanha da Fraternidade 2021 na Arquidiocese de Olinda e Recife

O tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2021 quer motivar os cristãos a vencer os muros que os separam e a construir redes que possam uni-los como comunidades.

Representantes de igrejas que fazem parte do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) irão participar de ato ecumênico na tarde desta quarta-feira (17) para a abertura da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021, que tem como tema “Fraternidade e diálogo: compromisso de amor” e como lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade” (Ef 2,14).

O evento acontece às 15 horas na sede do Regional Nordeste 2 da CNBB (CNBB NE2), que fica na Rua Dom Bosco, no bairro da Boa Vista. Estarão presentes representantes da Igreja Católica Apostólica Romana, Aliança de Batistas do Brasil, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Igreja Presbiteriana Unida e Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia.

O coordenador da Comissão Arquidiocesana de Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso, padre Fábio Potiguar, lembra que o ecumenismo é uma atitude católica de acolhimento e fraternidade.

“É uma decisão da Igreja católica a partir do Concílio Vaticano II, apoiada e incentivada ao longo dos anos pelos papas Paulo VI, São João Paulo II, Bento XVI e Francisco. É católico ser ecumênico”, disse o padre. E completa: “Porque nós, que somos discípulos de Jesus, não recebemos o mandamento de ‘odiai-vos uns aos outros’, mas ‘amai-vos uns aos outros’. Que a gente então fique repleto desse amor, porque diz São Paulo (Rm 5,5): o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado”.

Ver mais:

>> Arcebispo militar critica temática da Campanha da Fraternidade deste ano

As igrejas participantes do Conic têm uma pauta comum, sempre discutida em reuniões – a promoção, no país, do diálogo em relações mais amorosas, comprometendo-se com a defesa da casa comum, da preservação do meio ambiente, e para a contribuição da superação das desigualdades, da fome, da pobreza e da miséria, e na promoção da conversão para a cultura do amor como forma de superar a cultura do ódio, fortalecendo a convivência ecumênica e inter-religiosa.

“Reunidos na mesma fé no Pai, no Filho e no Espírito Santo, somos de igrejas diferentes mas somos todos cristãos – e isso faz de nós irmãos que devem-se respeito, presença e diálogo”, disse o padre Fábio.

O ato ecumênico desta quarta-feira será transmitido pelo canal da Arquidiocese de Olinda e Recife no YouTube. O arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, é o bispo referencial para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso na CNBB NE2, mas não poderá participar do evento por estar com Covid-19, cumprindo quarentena em casa.

Da redação do Portal com informações da Arquidiocese de Olinda e Recife

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal