Decisão

Durante o Carnaval, 71% dos brasileiros preferiram ficar em casa, segundo pesquisa

Foram ouvidas mais de 300 pessoas em todas as regiões brasileiras entre os dias 7 e 8 de fevereiro.

Um levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas mostrou que 71% dos entrevistados preferiram ficar em casa durante os dias do Carnaval. Este ano, por conta pandemia do novo coronavírus no país, as tradicionais festas nas cidades foram canceladas para evitar o avanço da doença. O resultado da pesquisa também revelou que 15,5% dos brasileiros pensavam em viajar, enquanto 3,2% queriam ir para folia.

Os dados foram coletados entre os dias 7 a 8 de fevereiro e publicados na última quinta-feira (11). O formato da pesquisa foi feito por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Até o fim da coleta, a instituição registrou 324 entrevistas em mais de 200 cidades brasileiras em todos os estados brasileiros, mais o Distrito Federal. A informação é de que a margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Confira os números detalhados:

quem pretendia ficar em casa no Carnaval por conta do coronavírus:

  • mulheres (73,5%);
  • pessoas de 60 anos ou mais (79,9%);
  • os que têm ensino superior (72,4%);
  • moradores do Sul (77,2%).

quem pretendia viajar no Carnaval:

  • homens (16,1%);
  • pessoas de 35 a 44 anos (18,4%);
  • os que têm ensino superior (17%);
  • moradores do Nordeste (16,4%).

quem pretendia sair na rua para pular Carnaval:

  • homens (3,6%);
  • pessoas de 16 a 24 anos (8,6%);
  • os que estudaram até o ensino médio (4,3%);
  • moradores do Nordeste (4,3%).

Confira a pesquisa completa aqui

Leia também:
>>>Itamaracá proíbe equipamentos de som e ônibus de turistas durante o período de Carnaval

Aglomerações durante o Carnaval

Mesmo sem festas de Carnaval por conta da pandemia do novo coronavírus a praia de Pipa, no Rio Grande do Norte, registrou aglomerações no último sábado, 13 de fevereiro. O balneário, distrito do município de Tibau do Sul, contou com ruas estreitas cheias de turistas que aproveitaram a folga da festa para curtir as praias da região.

O conhecimento do caso se deu depois que vídeos publicados nas redes sociais mostraram moradores e turistas aglomerados. Grande parte do público não usava máscara de proteção, item indispensável neste período de pandemia de Covid-19.

A Prefeitura de Tibau do Sul informou pelas redes sociais que agentes da vigilância sanitária estão fiscalizando e orientando as equipes de estabelecimentos comerciais para cumprir os protocolos de segurança contra o novo coronavírus.

“Em geral, fazemos apenas um trabalho de orientação. Atuamos de forma mais enérgica apenas em situações que tendem a fugir dos parâmetros de segurança e civilidade”, declarou o tenente-coronel Eduardo Franco, chefe do setor de comunicação da PM-RN.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal