Encontro

Daniel Coelho visita a Embaixada da Índia para reforçar parceria estratégica

O imunizante indiano é desenvolvido pelo laboratório Bharat Biotech e já está sendo aplicado na população do país asiático.

O deputado federal Daniel Coelho (Cidadania), presidente da frente parlamentar Brasil-Índia, visitou, na tarde desta quarta-feira (3), a Embaixada da Índia, em Brasília, no Distrito Federal.

O parlamentar conversou com Shri Suresh Reddy, embaixador da Índia, dando continuidade ao trabalho estratégico entre o parlamento brasileiro e o país asiático.

“A Índia considera o Brasil um parceiro importante. Esse trabalho vai trazer para o parlamento textos elaborados pela embaixada indiana. A parceria deve facilitar a vinda de vacina contra a Covid-19 para o Brasil, além de outros insumos. Essa relação é estratégica para ambos os países”, disse o deputado. Presidida por Daniel Coelho desde sua criação, em 2017, a Frente Parlamentar Mista Brasil-Índia promove o fortalecimento de laços bilaterais entre os dois países.

Vacina indiana

Na última segunda-feira (1º), o laboratório Precisa Medicamentos divulgou um pedido à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para que o órgão autorize o início da 3ª fase de testes da vacina Covaxin.

O imunizante é desenvolvido pelo laboratório indiano Bharat Biotech e já está sendo aplicado na população do país asiático. O estreitamento de relações com a Índia pode reforçar a vinda deste insumo para o Brasil, além de outros recursos importantes para a população.

Ver mais: 

>> Daniel Coelho recebe prêmio de melhor parlamentar de Pernambuco

>> Nadegi recebe Daniel Coelho e anuncia iluminação de parque da cidade

>> Daniel Coelho: “Como alguém eleito por esse sistema eleitoral pode dizer que ele foi fraudado?”

Vacina da Índia 

As vacinas prontas foram fabricadas pelo Instituto Serum, na Índia, e eram aguardadas desde o sábado, 16 de janeiro, mas tiverem atraso no envio por questões internas da Índia.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, recebeu o lote em solo brasileiro, ao lado dos ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e das Comunicações, Fábio Faria. Também estavam presentes o embaixador da Índia, Suresh Reddy, e a presidente da Fiocruz, Nisia Trindade. Esta última se juntou ao grupo no Rio de Janeiro.

“A encomenda tecnológica prevê 100 milhões de doses para o primeiro semestre. Essas 2 milhões de doses são apenas o início. É o começo do processo. O objetivo do Ministério da Saúde é a vacinação em massa do povo brasileiro. E isso vai nos colocar, rapidamente, no topo da lista do número de vacinados. Com 8 milhões de doses, nós passaremos a ser o segundo país do ocidente que mais vacinou”, disse Pazuello, em pronunciamento à imprensa na Base Aérea.

Da redação do Portal com informações da Assessoria de Daniel Coelho

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal