Covid-19

Vereador do Recife deseja que informações de campanhas da vacinação no Município cheguem aos pais de alunos da Rede Pública

É imprescindível assegurar uma ampla divulgação destas campanhas no ambiente escolar”, afirma Eriberto Rafael (PP), autor da iniciativa de Lei.

O vereador do Recife, Eriberto Rafael (PP), propõs a Lei n º 18.640/19, que obriga a colocação de informações sobre campanhas de vacinação em agendas, cadernos ou qualquer outro meio de comunicação direta com os pais de alunos da Rede Pública.

As vacinas são seguras e eficazes, e atuam na defesa do organismo contra agentes infecciosos e bacterianos. Graças a elas, doenças como sarampo, meningite, coqueluche e hepatite, que costumavam matar milhares de pessoas todos os anos até a metade do século passado, hoje estão controladas.  Mas podem rapidamente voltar a se tornar uma epidemia, caso as pessoas parem de se vacinar.

De acordo com a lei, além de disponibilizar informações sobre as campanhas de vacinação por meio das agendas, cadernos ou qualquer meio de comunicação escrito, as escolas poderão ainda promover debates com a participação de especialistas, a fim de conscientizar a comunidade escolar sobre a importância do tema, e orientar pais e familiares com informações quanto ao período e os locais de vacinação.

Eriberto Rafael
Vereador do Recife Eriberto Rafael (PP). Foto: Divulgação

Leia mais:
>>> Lei suspende prazos de validade de concursos públicos no Recife
>>> Vereador propõe ponto eletrônico aos servidores da saúde do Recife

As informações constantes nas agendas e cadernos deverão destacar a importância da vacina e a faixa etária para a aplicação.

“Além de beneficiar o indivíduo, que fica imune às doenças, a vacina atua na redução dos números de casos de doenças infecciosas em toda a comunidade, uma vez que a transmissão é diminuída ou até erradicada, como foi o caso da varíola. Além disso, diminui o número de hospitalizações e de gastos com medicamentos”, reforçou Eriberto Rafael.

“No Brasil, mais de 300 milhões de doses são distribuídas anualmente, para um público alvo que inclui crianças e adolescentes. É imprescindível assegurar uma ampla divulgação destas campanhas no ambiente escolar”, finalizou o autor.

Da redação do Portal com informações da Câmara Municipal do Recife

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal