Investigação

Ex-secretário do governo Alckimin é acusado por tentativa de homicídio contra prostituta

Tanto Marcio Abujamra Aith, quanto a mulher serão ouvidos em depoimento.

O ex-secretário do Governo de Geraldo Alckmin em São Paulo e ex-diretor executo de marketing e comunicação do São Paulo Futebol Clube, Marcio Abujamra Aith está sendo acusado de tentativa de homicídio contra uma prostituta que passou a noite com ele.

Abujamra também foi ex-assessor do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli e fez parte na última gestão do conselho de administração do São Paulo Futebol Clube (com presidente Leco), no qual ele é amigo pessoal da família.

De acordo com a revista Crusoé, o ex-assessor de Toffoli e ex-secretário de Geraldo Alckmin se envolveu em uma confusão que virou caso de polícia em São Paulo no início deste ano. Uma mulher que teria passado a noite com ele no dia 1º de janeiro, despencou do alto da rampa de acesso ao estacionamento do condomínio. Ela foi socorrida pelos bombeiros e teve que ser intubada em um hospital da cidade.

O ex-assessor afirmou aos policiais que atenderam a ocorrência que a prostituta teria se drogado e teria deixado o apartamento “ouvindo vozes” e se atirado da rampa, sendo assim uma tentativa de suicídio.

Mas, com o recolhimento do circuito de segurança do prédio, as autoridades descartaram essa possibilidade. O inquérito corre em segredo de Justiça, mas o Portal PE NEWS conseguiu, com exclusividade, ter acesso ao documento oficial do caso, porém pelo sigilo determinado pelas autoridades, não poderá veicula-los na matéria.

Tanto o ex-assessor, quanto a mulher serão ouvidos em depoimento.

Da redação do Portal com informações da Mídia ABC

Afastamento

O Cidadania afastou na sexta-feira, 18 de dezembro, o deputado estadual Fernando Cury de suas funções diretivas partidárias, em todas as instâncias, bem como de todas as funções por ele exercidas em nome do Cidadania, inclusive junto à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). Cury, Cidadania afasta deputado Fernando Cury acusado de ‘passar a mão’ em seio de deputadaCury, Cidadania afasta deputado Fernando Cury acusado de ‘passar a mão’ em seio de deputada

Cury foi denunciado na quinta, 17 de dezembro, pela colega Isa Penna, do PSOL, por importunação sexual e quebra de decoro parlamentar. A deputada registrou boletim de ocorrência e deu entrada com as denúncias no Conselho de Ética da Assembleia. Imagens gravadas pela própria Alesp mostram que, na sessão plenária de quarta-feira (16), Cury se aproximou da colega por trás e colooua a mão na lateral do corpo dela, sobre a região do seio direito.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal