Reestruração

Yves Ribeiro faz faxina e exonera servidores remanescentes da gestão Matuto; Confira

O prefeito afirmou que "O povo me elegeu prefeito para "varrer" a corrupção da prefeitura" e que não pode "admitir que aliados do projeto derrotado faça parte do nosso convívio".

O prefeito de Paulista, Yves Ribeiro(MDB), exonerou na sexta-feira, 29 de janeiro, 15 integrantes da equipe do secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Cláudio Nunes, pois eles apoiaram a candidatura do seu adversário político, Francisco Padilha(PSB), nas eleições do ano passado.

O prefeito de Paulista, Yves Ribeiro(MDB), começou o trabalho de renovação dos servidores para o início de sua gestão. Na sexta-feira, 29 de janeiro, foram exonerados 15 integrantes da equipe do secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Cláudio Nunes, pois eles apoiaram a candidatura do seu adversário político, Francisco Padilha(PSB), nas eleições do ano passado.

Yves avisou a secretários e colaboradores diretos que não vai mais tolerar a presença de inimigos políticos na sua administração.

“O povo me elegeu prefeito para “varrer” a corrupção da prefeitura e realizar obras e ações transformadoras no município. Não posso admitir que aliados do projeto derrotado faça parte do nosso convívio”, pontuou.

Leia mais:
>>> Paulista: Júnior Matuto gastou R$ 16 milhões do Fundef com honorários advocatícios, diz atual gestão

Auditoria nas secretarias

O Prefeito do Paulista, Yves Ribeiro em reunião com o seu secretariado na sexta-feira,15 de janeiro, debateu a elaboração do plano de governo para os 100 primeiros dias de gestão e cobrou aos secretários uma auditoria rigorosa em todas as secretarias e empenho na execução dos trabalhos.

Em suas falas, todos os secretários revelaram que encontraram a instituição prefeitura totalmente sucateada. Entre as constatações – arquivos destruídos e equipamentos furtados, como: televisores, ventiladores, computadores, notebooks, aparelhos de ar-condicionado, sistema de segurança e equipamentos patenteados.

Em tom de tristeza e revolta, Yves Ribeiro critica o sucateamento da cidade.

“É inacreditável que um gestor eleito pelo povo tenha tido a coragem de devastar uma cidade e deixá-la como Paulista está hoje”, lamentou o atual gestor.

Na ocasião Yves também reafirmou seu compromisso com a transparência e solicitou à Procuradoria Municipal uma investigação minuciosa para apurar todas as irregularidades encontradas nas secretarias para encaminhar à Polícia, ao Ministério Público Estadual (MPPE), ao Ministério Público Federal (MPF), ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), ao Tribunal de Contas da União (TCU) e à Controladoria Geral da União (CGU). A ordem é  que os Secretários cancelem todos os contratos com suspeitas de superfaturamento.

O Prefeito reforçou o pedido de união dos secretários em seu governo para tirar a cidade do Paulista o mais rápido possível dessa situação de calamidade.

Também pediu a todos os titulares das pastas um prazo de 100 dias para reverter essa situação e recolocar Paulista no topo, ressaltando que é o lugar onde a cidade merece estar.

Da redação do Portal com informações da Assessoria

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal