Posicionamento

Wolney Queiroz: “Administração de Bolsonaro é desastrosa, irresponsável e genocida”

O parlamentar também chamou o Governo Federal de caos e de descrédito internacional.

O deputado federal Wolney Queiroz divulgou um vídeo nas redes sociais anunciando que o Partido Democrático Trabalhista (PDT) protocolou um pedido de impeachment contra o presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro. No vídeo, que tem uma duração de dois minutos e 17 segundos, o pedetista fez questão de mostrar a indignação do partido com o atual chefe da nação brasileira.

Wolney chama o mandato de Bolsonaro de adminsitração desastrosa, irresponsável e genocida. O parlamentar também tachou o Governo Federal de caos, de descrédito internacional e de causador de mortes no Brasil.

“Impeachment não é remédio para governo ruim. Remédio para governo ruim é eleição e voto. Impeachment é remédio jurídico e parlamentar para governo que comete crime de responsabilidade”, disse o parlamentar.

Durante o discurso, o deputado federal citou os panelaços contra a atual gestão federal. No fim da fala, Wolney disparou a frase “Fora Bolsonaro, Impeachment já!”.

Confira o vídeo na íntegra:

Leia também:
>>>Mourão admite falta de diálogo com Bolsonaro e considera “difícil” continuar na chapa em 2022

Ataque

Em evento fechado com artistas numa churrascaria de Brasília na quarta (27), Jair Bolsonaro atacou a imprensa por causa da repercussão dos gastos do governo federal com alimentos em 2020, incluindo R$ 15 milhões com leite condensado.

“Quando eu vejo a imprensa me atacar, dizendo que comprei 2 milhões e meio de latas de leite condensado… vai pra puta que pariu!”, discursou o presidente, para o aplauso e as risadas dos puxa-sacos presentes ao evento.

 

“Imprensa de merda essa daí. É pra enfiar no rabo de vocês aí —vocês não, vocês da imprensa— essa lata de leite condensado.”

Bolsonaro prosseguiu dizendo à claque o que os veículos de imprensa que noticiaram a história (a começar pelo primeiro, o portal Metrópoles) já haviam explicado: os gastos com a compra de alimentos no ano passado são do governo federal como um todo, incluindo ministérios e estatais, não apenas da Presidência.

O presidente afirmou ainda que “acusações levianas não levam a lugar nenhum” e prometeu levar Wagner Rosário, da CGU, a sua live desta quinta (28) para falar do caso. Disse também que a gestão de Dilma Rousseff gastou mais que ele com leite condensado.

Veja o vídeo:

 

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal