Manifesto

Funcionários do Banco do Brasil fazem paralisação de 24 horas nesta sexta (29)

Trabalhadores são contra o fechamento de 112 agências no país. Ato foi aprovado em assembleia na última segunda-feira, 25 de janeiro.

Nesta sexta-feira (29), funcionários do Banco do Brasil vão parar as atividades como forma de protesto contra o fechamento de 112 agências no país. A paralisação prevista para acontecer no período de 24 horas, foi aprovada em assembleia on-line na última segunda-feira, 25 de janeiro.

Com o fechamento das agências, a instituição financeira desligou 5 mil pessoas dos cargos existentes. O movimento desta sexta-feira tem articulação da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT) e faz parte do calendário de atos contra a restruturação feita pelo Banco do Brasil.

“É uma luta de dentro do BB para fora, para a população. É uma luta para preservação da vida das pessoas, de quem é grupo de risco. Estamos convocando o pessoal que está em home office a não bater o ponto, para fazermos uma grande mobilização. Essa é uma greve de dentro para fora, por conta, inclusive, da pandemia, da grande parte dos funcionários estarem em home office”, explicou o coordenador da CEBB, João Fukunaga.

Reestruturação do Banco do Brasil

O banco prevê adaptações na rede de atendimento em 361 municípios, mantendo unidades próprias em 221 municípios e correspondentes bancários Mais BB, nos demais.

Conforme o banco, com o novo modelo 1,3 milhão de clientes passarão a contar com um gerente de relacionamento exclusivo para interação digital por meio do canal Fale.Com.

A interação digital do banco foi ampliada especialmente no último ano. O aplicativo do banco atingiu 4,7 milhões de usuários, crescimento 273% maior do que o período anterior à pandemia. Ao mesmo tempo, o atendimento pelo WhatsApp chegou a quase 600 mil atendimentos por dia.

“Com mais 1,3 milhão de clientes atendidos no modelo de atendimento especializado por gerentes de relacionamento dedicados, avançaremos de forma importante na melhoria contínua da experiência dos nossos clientes. Isso representa 13% a mais de clientes com essa proposta de valor”, disse em nota o vice-presidente de Negócios de Varejo do BB, Carlos Motta.

“As iniciativas buscam a melhoria da experiência e satisfação do cliente e consideram a transformação digital, o aumento da concorrência e o menor patamar histórico da taxa básica de juros como elementos de destaque”, diz a nota.

O BB tomou outras medidas para reduzir custos como a devolução e venda de prédios corporativos, otimização de espaços físicos, medidas de eficiência energética e novo plano de cargos e salários. A expectativa é redução de R$ 3,3 bilhões em redução de despesas até 2025.

O Banco construiu um hotsite para esclarecer as medidas aos clientes. As informações também estão disponíveis pelo WhatsApp – (61) 4001-0001 e pela Central de Atendimento 0800 729 5291, de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal