Opinião

Marco Feliciano diz que a esquerda quer porque quer derrubar um presidente

Parlamentar usou as redes sociais para defender o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Declaração foi feita nas redes sociais na última segunda-feira, 25 de janeiro.

O deputado federal Marco Feliciano usou as redes sociais para defender o presidente da República, Jair Bolsaro, e criticar declarações de opositores, que defendem a saída do chefe da nação brasileira do cargo. O parlamentar disse que desde Dilma Rousseff, a esquerda tem o objetivo de derrubar um presidente. A declaração foi feita na última segunda-feira, 25 de janeiro, na sua conta pessoal no Twitter.

“É recalque. Puro. Desde que Dilma foi “impichada” a esquerda quer porque quer derrubar um presidente. Foi assim com Temer. É assim com Bolsonaro. Será assim com [o] que vier”, afirmou Marco Feliciano.

Feliciano também disse que a tentativa de derrubar outro governante acontecerá com o próximo presidente.

Leia também:
>>>Bolsonaro sobre impeachment: “Se Deus quiser, vou continuar meu mandato”

Posicionamento

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (FBC) disse que os pedidos de impeachment contra o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, são um “desserviço” ao país. A declaração foi feita na última quinta-feira, 21 de janeiro, pelo senador por meio de suas redes sociais. De acordo com FBC, as críticas sobre a atuação do governo frente à pandemia são parte do processo democrático.

“As críticas à atuação do governo e ao presidente da República frente à pandemia são parte do processo democrático e devem ser ouvidas, mas alimentar iniciativas que buscam o impeachment é um desserviço ao país”, disse FBC.

 

Fernando Bezerra Coelho também publicou no Twitter uma mensagem em que diz que o momento exige equilíbrio e harmonia.

“O momento exige equilíbrio e harmonia entre as instituições para fazer avançar uma campanha nacional de imunização contra a Covid-19 e as medidas que garantirão a retomada da economia, com geração de emprego e renda para os brasileiros”, declarou.

Neste sábado, atos contra o presidente Bolsonaro foram realizados em grande parte do Brasil. No Recife, uma carreata marcou a data começando em frente à Fabrica Tacaruna, na Agamenon Magalhães, até a Pracinha de Boa Viagem, Zona Sul da cidade. O evento contou com a presença da vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos e do deputado estadual João Paulo.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal