Encontro

Deputados viabilizam reunião de músicos e organizadores de eventos com o Governo do Estado

Os deputados Wanderson Florêncio (PSC) e Coronel Alberto Feitosa (PSC) seguem em busca de solução para a proibição de shows, festas, apresentações.

Impossibilitados de trabalhar por causa das medidas restritivas de enfrentamento ao Coronavírus em Pernambuco, representantes das classes dos músicos e dos organizadores de eventos se reuniram, na segunda-feira (25), com os deputados Wanderson Florêncio (PSC) e Coronel Alberto Feitosa (PSC) em busca de solução para a proibição de shows, festas, apresentações, entre outras celebrações no estado.

Os deputados viabilizaram duas reuniões com o Governo do Estado. Na tarde desta terça-feira três representantes das categorias conversarão virtualmente com o secretário de cultura Gilberto Freyre Neto, enquanto na quarta-feira o encontro acontece com o secretário executivo da Casa Civil Carlos Eduardo Figueiredo no Palácio do Campo das Princesas.

Ver mais:

>> Governo de Pernambuco proíbe festas e shows a partir desta terça-feira (08.12)

>> Charbel diz que Prefeitura do Recife desperdiça muito dinheiro com shows

“São dez meses de restrição de eventos no estado, que afetou milhares de trabalhadores desses dois segmentos e suas famílias. É um momento de unirmos forças em busca de soluções rápidas e eficazes para que músicos e profissionais da cadeia de eventos não fiquem sem renda”, afirmou Wanderson Florêncio.

O Coronel Alberto Feitosa endossou o apoio contribuindo para que as reuniões acontecessem.

“Estamos solidários e apoiando pais de família que precisam trabalhar para dar sustento digno e honesto às suas famílias”, disse.

Proibição 

O Governo de Pernambuco, após análise do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, anunciou, na segunda-feira (7), a proibição de shows, festas e similares, com ou sem cobrança de ingresso, independente do número de participantes. Casamentos, formaturas e eventos sociais semelhantes são exceções, e poderão ser realizados, desde que cumpram os protocolos.

A medida, que teve como base o atual momento epidemiológico, vale para todo o Estado, e inclui a proibição de shows e festas em comemoração ao Natal e Réveillon, realizados em espaços públicos ou privados, como condomínios, clubes, hotéis e estabelecimentos afins, com ou sem cobrança de ingresso.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, Pernambuco fechou a semana epidemiológica (SE) 49, no último sábado (05.12), com alta nos indicadores de solicitações de UTI, casos de SRAG, além de aumento nas taxas de ocupação dos leitos, o que configurou a semana como a 3ª seguida com aumento dos patamares epidemiológicos. Na SE 49, houve aumento de 5,6% nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, suspeitos para a Covid-19, na comparação com a SE 48, e de 18% em relação à SE 47.

Da redação do Portal com informações da Assessoria de Wanderson Florêncio

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal