Sarcástico

“Carreata monstro: 10 carros”, diz Bolsonaro ao ironizar protestos por impeachment

Esse foi o único comentário de Bolsonaro sobre os protestos registrados em pelo menos 21 capitais brasileiras e o Distrito Federal.

O presidente Jair Bolsonaro ironizou as carreatas contra seu governo realizadas no fim de semana. A declaração foi feita em frente ao Palácio da Alvorada, em resposta a um apoiador.

“Campo Grande? Eu vi uma carreata monstro lá de uns 10 carros contra mim”, disse o presidente.

Até o momento, esse foi o único comentário de Bolsonaro sobre os protestos registrados em pelo menos 21 capitais brasileiras e o Distrito Federal.

No sábado (23), os movimentos de esquerda Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo, com apoio da CUT (Central Única dos Trabalhadores), convocaram manifestações em 45 cidades.

O MBL (Movimento Brasil Livre) e o Vem pra Rua, movimentos de direita, promoveram carreatas no domingo (24). Em Brasília, o movimento levou cerca de 500 carros às ruas para um protesto pacífico, segundo a Polícia Militar do Distrito Federal.

Na conversa com apoiadores, divulgada em um canal do YouTube, o presidente disse novamente que decidirá até março se continua investindo na criação do Aliança pelo Brasil ou se optará pela filiação a um partido já existente.

“Em março, a gente vai reestudar se o partido decola ou não. Se não decolar, a gente vai ter que ter outro partido. Então não temos como nos preparar para as eleições de 22.”

Bolsonaro, atualmente sem partido, já havia determinado esse prazo para decidir sobre sua filiação.

“É muita burocracia, é muito trabalho, certificação de fichas, depois passa pelo TSE [Tribunal Superior Eleitoral] também. O tempo está meio exíguo para gente. Não vamos deixar de continuar trabalhando, mas vou ter que decidir. Não é por mim, não estou fazendo campanha para 22”, disse.

Ver mais: 

>> Fora Bolsonaro: Vem Pra Rua e MBL promovem domingo de carreata

>> No Recife, PT promove manifestação em favor do impeachment de Bolsonaro

Manifestações 

Alguns motoristas de São Paulo foram às ruas protestar contra o governo do presidente Jair Bolsonaro pelo segundo dia seguido. O grupo pede o impeachment de Bolsonaro e a demissão do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

A carreata de domingo (24), organizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL) e pelo Vem pra Rua, teve concentração na praça Charles Miller, em frente ao Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido como Pacaembu.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal