Comunicado

Gustavo Gouveia divulga nota contra o aumento das passagens de ônibus em Pernambuco

O deputado estadual afirmou que está "atento às necessidades diárias do meu povo e meu Gabinete entrará na Justiça para suspender essa decisão."

O Deputado estadual Gustavo Gouveia divulgou na manhã do domingo, 24 de janeiro, uma nota condenando o aumento das passagens de ônibus em Pernambuco. O parlamentar prometeu entrar na justiça contra essa decisão. Confira a nota abaixo:
Quero registrar meu posicionamento contra o aumento nas tarifas dos transportes públicos no estado, marcado para esta segunda-feira, 25 de janeiro.
Ressalto aos pernambucanos que sempre estou atento às necessidades diárias do meu povo e meu Gabinete entrará na Justiça para suspender essa decisão.
Independente de ser uma ação legal da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Estado de Pernambuco (ARPE), responsável por fiscalizar e autorizar o reajuste, é necessário bom senso nesse momento, estamos diante de uma pandemia e muitas famílias pernambucanas estão passando por dificuldades financeiras.
Além disso, o serviço oferecido aos passageiros não são bons: ônibus lotados e em péssimas condições de limpeza e atendimento, sem contar a falta de segurança para atender os pernambucanos. Por isso, em junho do ano passado, elaborei o Projeto de Lei n° 1.265/2020, onde solicito a suspensão, por seis meses, das revisões e reajustes tarifários da ARPE, em razão da pandemia da Covid-19.
No PL, ressalto a importância do Poder Público em manter as condições razoavelmente estáveis, sobretudo em relação às obrigações financeiras impostas aos cidadãos, pois qualquer despesa a mais pode representar grande sacrifício àquele que já sofreu grande abalo em sua renda.
A pandemia e suas dificuldades ainda não acabaram!
Gustavo Gouveia, deputado estadual.

Leia mais:
>>> Consórcio Grande Recife sugere passagem de ônibus mais barata com horário social; saiba quanto

Aumento das passagens

Aumento das passagens de ônibus da Região Metropolitana do Recife pode ser de 16%, de acordo com o desejo dos empresários. Essa é a proposta do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE).

Com isso, caso aprovado pelo governo estadual, os novos valores teriam um amplo aumento se comparado com o cobrado atualmente. O anel A, por exemplo, mais usado pelos passageiros,  passaria de R$ 3,45 para R$ 4.

O Anel B iria de R$ 4,70 para R$ 5,45 e, o Anel G, de R$ 2,25 para R$ 2,60. O reajuste só acontece com aprovação do governo de Pernambuco e, consequentemente, seja aprovado pelo Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM), colegiado que aprova ou não o aumento, mas que segue a decisão do governo estadual.

Da redação do Portal com informações da Assessoria do Deputado Gustavo Gouveia.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal