1º lote

São Lourenço recebe 17 mil seringas para vacinação contra Covid-19

A entrega foi acompanhada pelo prefeito Vinícius Labanca (PSB) e pelo vice-prefeito e coordenador do Comitê de Monitoramento à Covid-19, Dr. Gabriel Neto.

São Lourenço da Mata recebeu na quinta-feira, 14 de janeiro, um lote com cerca de 17 mil seringas e agulhas que serão utilizadas para a primeira fase de vacinação contra a Covid-19.

A entrega foi acompanhada pelo prefeito Vinícius Labanca e pelo vice-prefeito e coordenador do Comitê de Monitoramento à Covid-19, Dr. Gabriel Neto.

Em suas redes sociais, o chefe do executivo acompanhou a chegada dos materiais. Ainda segundo Labanca, mais de 15 mil lourencenses serão vacinados na primeira fase de imunização.

“A Prefeitura está fazendo a sua parte, está recebendo as seringas e agulhas, e agora é torcer para que o Governo Federal mande, o mais rápido possível, a vacina, para que a gente possa imunizar, até o final do ano, mais de 70% da populaçã da nossa cidade nas fases dois, três e quatro. Além disso, iremos garantir toda logística e estrutura de vacinação, que estaram estipulados no plano municipal de vacinação da nossa cidade”, enfatizou o prefeito

Para o vice-prefeito Dr. Gabriel Neto, o município, com esses materiais, vai garantir que todos do grupo prioritário serão vacinados

Com a chegada das seringas e agulhas, temos material suficiente para vacinar os grupos de risco da nossa cidade nessa primeira fase de vacinação. Agora vamos aguardar a chegada da vacina, para, o mais breve possível, imunizarmos a população”, destacou.

Leia mais:
>>> Câmara de São Lourenço aprova Reforma Administrativa do prefeito Vinícius Labanca

Paulista recebe primeiro lote de seringas

Paulista se prepara para dar início a imunização contra o Covid-19. O município recebeu o primeiro lote de seringas para imunizar inicialmente a população de risco.

Até o momento, 6.015 casos foram notificados pelo município e 454 óbitos foram confirmados, com dados consolidados pela Secretaria Estadual de Saúde até o dia 11 de janeiro. Tendo em vista o atual cenário, a Secretária de Saúde, Teresinha Mousinho, definiu as prioridades da fase inicial de imunização.

Seguindo as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do Ministério da Saúde, serão priorizados os profissionais da saúde, pessoas do grupo de risco (idosos, hipertensos, diabéticos, portadores de outras comorbidades e crianças especiais) e indígenas.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal