Restrição

Governo do Amazonas decreta toque de recolher na capital do Estado

Circulação de pessoas estará proibida entre as 19h e às 6h em Manaus.

Em uma coletiva de imprensa o governador do estado do Amazonas, Wilson Lima (PSC), disse que vai decretar toque de recolher na capital Manaus. O anúncio foi divulgado na tarde desta quinta-feira, 14 de janeiro. A pandemia da Covid-19 vem se agravando diairiamente e, segundo informações, pacientes estão sofrendo com a falta de oxigênio.

“Estamos decretando o fechamento de todas as atividades e circulação de pessoas entre as 19h e as 6h, exceto atividades e transportes especiais à vida”, disse o governador amazonense.

O decreto divulgado pelo Governo do Amazonas também vai suspender, de acordo com o gestor estadual, o transporte coletivo de passageiros entre os rios, as rodovias. Já o tráfego de cargas continua normalmente.

Leia também:
>>>Praias pernambucanas podem fechar caso aglomerações continuem, alerta governo

“Vamos ampliar algumas medidas de restrição. São medidas necessárias nesse momento e que, para alguns, podem parecer duras, mas estamos visando, acima de tudo, a proteção das vida das pessoas”, afirmou.

No dia 11 de janeiro, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, realizou uma reunião com o governador do Amazonas, Wilson Lima, sobre particularidades da pandemia em Manaus. Até a última terça, a capital do Estado registrou mais duas mil novas hospitalizações, um recorde para um mês.

Em Pernambuco

O secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, disse em coletiva de imprensa na última quarta-feira, 13 de janeiro, que o Governo de Pernambuco pensa em realizar o fechamento das praias na próxima semana.

A medida será tomada caso aconteçam novamente as aglomerações nas faixas de areia dos espaços públicos neste fim de semana.

“Estamos dando mais uma oportunidade e, se não houver colaboração de todos juntos, teremos que adotar uma medida mais severa a partir da próxima semana”, disparou André Longo.

Na coletiva de imprensa o secretário de Saúde do Estado também informou uma série de restrições para conter o avanço do coronavírus.A partir desta sexta-feira, 15 de janeiro, o uso do carro de som em comércio de praia, bares, restaurantes e demais estabelecimentos ficam proíbidos em Pernambuco.

Segundo Longo, o som é um fator de aglomerações nos espaços. De acordo com o governo do Estado, a medida tem validade de 30 dias.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal