Petrolina

Educação: através de diálogo com instituições sanitárias, Prefeitura de Petrolina definirá modelo de ensino para 2021

O secretário Municipal de Educação de Petrolina, Plínio Amorim, ressalta que todo o planejamento está sendo feito com muita prudência e cuidado.

O início das atividades ano letivo 2021 da rede municipal de ensino de Petrolina já tem data confirmada. Previsto para ser iniciado no dia 3 de fevereiro, o novo ano de atividades pedagógicas está sendo planejado para atender uma clientela de cerca de 55 mil estudantes da Educação Infantil, Ensino Fundamental e EJA, além dos profissionais da educação.

Para que os próximos 200 dias letivos aconteçam com total segurança, a Secretaria Municipal de Educação deu início, esta semana, a uma série de reuniões com órgãos sanitários e com a Gerência Regional de Educação Sertão do Médio São Francisco (Petrolina), através da professora Anete Ferraz. Outro importante encontro aconteceu entre o secretário de Educação, Plínio Amorim e a secretária municipal de Educação da vizinha cidade de Juazeiro, professora Normeide Almeida. Entre as pautas: calendário letivo 2021; modelo de ensino; ações de sucesso implantadas pelo município pernambucano e desejo de iniciativas alinhadas entre as duas cidades.

Através desses encontros, será definido o modelo de ensino adotado pela Prefeitura de Petrolina enquanto houver a pandemia da covid-19. Nesta quinta (14), está prevista uma reunião também com representantes da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). E na sexta-feira (15), acontecerá uma reunião virtual com os gestores escolares.

O secretário Municipal de Educação de Petrolina, Plínio Amorim, ressalta que todo o planejamento está sendo feito com muita prudência e cuidado.

“Estaremos sempre buscando mais eficiência na Educação pautada na maior aprendizagem do aluno, entretanto, o momento ainda exige prioridade para a segurança sanitária”,afirma.

Veja Mais 

>>>Petrolina é destaque em pesquisa de investimento no agronegócio

Petrolina é destaque no agronegócio 

Petrolina está no topo dos municípios brasileiros destaque em investimentos no agronegócio, é o que mostrou um estudo publicado para Revista EXAME. O aumento das exportações, crescimento da produção, empregabilidade e a média salarial dos trabalhadores, entre outros indicadores, foram analisados pela Urban System.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEDETUR), Flávio Guimarães, a agricultura irrigada e a fruticultura têm contribuído para o desenvolvimento econômico e social no município.

 “Petrolina é uma grande produtora de frutas. O PIB do Vale do São Francisco em exportações é de R$ 265 milhões. Manga e uva são os principais produtos enviados para fora do país. Em relação ao impacto social na fruticultura, a mesma gera em torno de 250 mil empregos diretos no setor. Além disso, o crescimento da agricultura com ampliação dos projetos de irrigação, beneficia o pequeno agricultor a produzir de forma mais eficiente, fazendo assim aumentar a geração do emprego, renda e qualidade de vida”, pontuou.

Petrolina tem atuado junto aos bancos públicos para liberação de linhas de crédito para os produtores rurais; realização de obras de mobilidade que melhorem o fluxo viário e transporte de cargas; atuação junto ao Ministério da Agricultura para liberação de investimentos em ações de combate a pragas das frutas; relacionamento estreito com sindicatos, órgãos de classes e cooperativas de produtores para atuação nos mais diversos temas ligados ao setor; realização bianual da FENAGRI – Feira Nacional da Agricultura Irrigada, visando o desenvolvimento em negócios e tecnologias para o setor.

“Petrolina é um exemplo a ser seguido de como se transforma uma região e se permite que a população se aproprie da riqueza que é gerada aqui”, finalizou Flávio.

Leia mais:
>>> Prefeitura de Petrolina realiza manutenção e sinalização das ciclovias

Financiamento para assentados

Agricultores familiares de assentamentos ligados ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) receberam, na manhã desta segunda-feira (11), nove de 12 projetos que irão fomentar a agricultura local.

Os assentados foram, gradualmente, incluídos no Sistema Nacional de Concessão de Créditos de Instalação (SNCCI) depois de receberem as vistorias técnicas das equipes da Secretaria de Agricultura que elaboraram os projetos.

Desde 2019 foram repassados mais de R$ 1 milhão aos assentados. Dessa vez, serão garantidos mais de R$ 60 mil em financiamentos nas modalidades “Fomento Mulher” e “Semiárido Individual” aos agricultores familiares que relataram, durante o levantamento feito pela secretaria, as atividades econômicas viáveis para serem realizadas em suas propriedades.

Para a agricultora Valéria Farias, que mora no Assentamento Água Viva I, o crédito veio em boa hora para a realização de um sonho e mudar a atual situação financeira de sua casa.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura de Petrolina

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal