Emprego

Prefeitura do PT concede cargo com salário de R$ 10 mil para réu por tentativa de homicídio

O réu petista e seu filho foram indiciados por tentativa de homicídio qualificado contra o empresário Carlos Alberto Bettoni.

O ex-vereador Maninho do PT foi nomeado para um cargo dentro da Prefeitura de Diadema, no Estado de São Paulo. O município é chefiado pelo petista José de Filippi. A reportagem é da Folha.

O petista e seu filho são réus por tentativa de homicídio qualificado contra o empresário Carlos Alberto Bettoni. Em 5 de abril de 2018, quando o ex-juiz Sergio Moro decretou a prisão do ex-presidente Lula, Maninho do PT e seu filho atacaram o empresário, em frente ao Instituto Lula, na capital paulista.

Bettoni sofreu traumatismo craniano. Maninho do PT e o filho ficaram em prisão preventiva de maio a dezembro de 2018.

Maninho e o filho, Leandro Eduardo Marinho, não prestaram socorro ao empresário, assumindo o risco de que a morte pudesse ocorrer, segundo a Promotoria. Além deles, o dirigente sindical Paulo Cayres foi indiciado, mas teve o inquérito arquivado a pedido do promotor Felipe Eduardo Levit Zilberman, por não ter participado diretamente do ataque.

Ver mais:

>> PT pede investigação de fala de Jair Bolsonaro sobre fraude eleitoral

Cargo na Prefeitura

Pelo cargo na Fundação Florestan Fernandes, Maninho receberá um salário de R$ 10.533,55.

A Prefeitura de Diadema disse em nota que Maninho foi escolhido para o cargo pelo conhecimento da cidade e “por já apresentar projetos para fortalecimento da fundação, como a busca de parcerias com universidades e a iniciativa privada, além da modernização dos cursos, com atenção especial para pessoas com deficiência”.

Sobre o processo de tentativa de homicídio, a prefeitura afirmou que não compactua com nenhum ato de violência.

“O que aconteceu no passado foi uma fatalidade e que não condiz com a postura pacífica sempre apresentada por Maninho durante todos esses anos”, diz, acrescentando que o petista mora na cidade há mais de 40 anos e foi vereador por cinco mandatos, comandando a Câmara Municipal por quatro vezes.

Ao ser informado sobre a contratação de Maninho, Bettoni reagiu com indignação.

“Acha certo ele estar empregado e eu, que sou a vítima, estar desempregado?”.

O empresário afirma que antes tinha um estacionamento, mas com as sequelas não pode mais dirigir, além de ter perdido a capacidade cognitiva e não poder praticar esportes.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal