Pesar

Senadores lamentam a morte do cantor e compositor Genival Lacerda

Considerado um dos ícones do forró, o artista estava internado desde o dia 30 de novembro em Recife e morreu nesta quinta-feira (7), aos 89 anos, em decorrência da Covid-19.

Senadores lamentaram nesta quinta-feira, 7 de janeiro, a morte do cantor e compositor paraibano Genival Lacerda. O artista estava internado desde o dia 30 de novembro em Recife. Considerado um dos ícones do forró, Genival morreu nesta quinta-feira (7), aos 89 anos, em decorrência da covid-19. A prefeitura de Campina Grande (PB), cidade onde nasceu, decretou luto de três dias. 

No dia 4 de janeiro, Genival apresentou piora em seu quadro de saúde. Na última quarta-feira (6), a família do artista começou uma campanha de doação de sangue para o cantor. Em maio do ano passado, Genival havia sido internado por conta de um acidente vascular cerebral (AVC). Segundo a assessoria do cantor, ele será sepultado em Campina Grande.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, emitiu nota de pesar pela morte do músico e relembrou momentos em que esteve com o cantor. “Em 2019, tive o prazer de estar com ele no Maior São João do Mundo, em Campina Grande, na Paraíba.”, escreveu em nota. “Em nome do Senado Federal, externo meu mais profundo sentimento de pesar pela partida do ‘Rei da Muganga’, o forrozeiro da alegria, o grande paraibano Genival Lacerda”, finalizou.

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) disse que recebeu com tristeza a notícia da morte do cantor. “Artista genuinamente nordestino, Genival era o forrozeiro autêntico, no ritmo e nas letras recheadas de humor inteligente e provocativo. Impossível ouvi-lo sem despertar um riso.”, declarou. “Sua música e sua imagem ficarão na lembrança de milhões de fãs e admiradores do seu estilo inconfundível.”, completou. 

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) enviou condolências à família e aos fãs de Genival. “O Nordeste amanheceu triste. Morre o paraibano que alegrava com seu forró”.

O senador Humberto Costa (PT-PE) disse que “a cultura brasileira amanhece mais triste com a notícia da morte de Genival Lacerda”. O parlamentar classificou Genival como um dos gigantes do forró. “Genival foi um dos gigantes do forró, popularizando o ritmo Brasil afora. Todo bom nordestino guarda na memória um rala-bucho de São João embalado por suas músicas.”, registrou nas redes sociais.

Conterrânea do músico, a senadora Daniella Lacerda (Progressistas-PB), que está fora de exercício no momento, também lamentou a morte do artista e prestou solidariedade à família do compositor. “A morte de Genival Lacerda nos deixa tristes, mas a memória do seu humor contagiante e irreverência nos enche de alegria.”, afirmou. “Grande artista que levou a identidade cultural do nosso povo paraibano para o mundo. À família, a minha solidariedade”, completou. 

Carreira 

Genival Lacerda Cavalcante iniciou sua carreira de cantor aos 18 anos. Chegou a trabalhar como radialista em sua cidade natal. Sua primeira gravação foi em Recife, cidade onde foi morar em 1953. Durante 64 anos de carreira, o músico colecionou sucessos como Severina Xique-Xique, Radinho de pilha e De quem é esse jegue?. Em 2017, o cantor chegou a receber a medalha a medalha da Ordem do Mérito Cultural (OMC), no Palácio do Planalto.

Genival Lacerda, um dos ícones do forró e símbolo da cultura nordestina, deixou dez filhos, além de netos e bisnetos. O lançamento de uma das faixas do DVD Minha Estrada, que estava previsto para a próxima sexta-feira (8), está mantida. O DVD conta com participação de vários artistas do Nordeste e foi gravado no Teatro Boa Vista, no Recife, em 2019.

Veja, abaixo a manifestação de outros senadores no Twitter:

Fernando Bezerra (MDB-PE) — “Com muita tristeza, nos despedimos de Genival Lacerda. Paraibano, mas cidadão de Pernambuco, seu forró, humor e irreverência divertiram e marcaram gerações de nordestinos. Hoje, nossa cultura perde um ícone e um pouco de sua alegria. Meus sentimentos aos fãs, familiares e amigos.”

Rogério Carvalho (PT-SE) — “Morre um pouco da cultura nordestina e brasileira, Genival Lacerda marcou geração e agora foi levado por esse terrível vírus. Sentimentos aos familiares e amigos!”

Randolfe Rodrigues (Rede-AP) — “Genival Lacerda era uma representação linda do que é o Brasil. Alegre, sorridente, colorido. A covid-19 tem nos roubado tudo isso da pior forma. Meus sentimentos aos familiares e amigos. Nosso país, mais uma vez, chora a partida de um dos grandes nomes da nossa música!”

Angelo Coronel (PSD-BA) — “O Brasil perde um dos ícones do forró e da cultura do Nordeste com a morte do cantor Genival Lacerda, mais uma vítima da covid-19. Sua irreverência e alegria em animar as pessoas ficarão para sempre conosco. Que Deus conforte o coração de familiares e amigos. Vá em paz, Genival!”

Paulo Rocha (PT-PA) — “Lamentamos muito a passagem desse artista fenomenal. Cantor Genival Lacerda morre aos 89 anos no Recife, em decorrência da covid-19 no Hospital da Unimed. Com carisma e irreverência, cantor foi um dos ícones do forró.”

Alvaro Dias (Podemos-PR) — “Genival Lacerda morreu nesta quinta-feira (7), aos 89 anos, no Recife (PE), vítima de complicações da covid-19. O artista estava internado desde novembro, após ser diagnosticado com covid-19. Nossos sentimentos aos familiares, amigos e fãs.” 

Veneziano (Licenciado) — “Hoje perdemos não apenas um grande artista, mas uma das maiores referências da nossa cultura paraibana, ícone do forró e exemplo para muitas gerações. O cantor e compositor Genival Lacerda deixa um legado de dedicação à música e de amor pela sua terra natal. Mais um grande amigo que parte para a Vida Eterna. Nossa gratidão pelo que fizestes em vida e nossa solidariedade aos familiares e milhares de fãs. Vai com Deus, Seu Vavá.” 

 

 

Da redação do Portal com informações da Agência Senado

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal