Excluído

Presidente Donald Trump é banido do Facebook e do Instagram

A exclusão das redes sociais aconteceu um dia depois de apoiadores do chefe da nação invadirem a sede do Congresso americano.

O atual presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, foi banido do Facebook e Instagram sem motivos pré-definidos. A exclusão das redes sociais aconteceu um dia depois de apoiadores do chefe da nação invadirem a sede de Congresso americano, na última quarta-feira, 6 de janeiro.

“Acreditamos que os riscos de permitir que o presidente continue a usar nosso serviço durante este período são simplesmente grandes demais”, afirmou o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg , em comunicado divulgado.

Já na quarta-feira, Trump já tinha sido suspenso do Twitter, pois o mesmo, de acordo com Site do R7, tinha repassado informações falsas sobre o pleito de 2020 nos Estados Unidados. A conta de Trump foi bloqueada por 12 horas.

“Como resultado da atual situação violenta sem precedentes em Washington, D.C., exigimos a remoção de três tweets de @realDonaldTrump que foram postados hoje por violações repetidas e graves de nossa política de integridade cívica”, afirmou o Twitter em conta oficial.

De acordo com informações, o desligamento de trump das duas redes sociais aconteceram após o presidente realizar postagens com um tom favorável à invasão do Congresso dos Estados Unidos. A manifestação acabou com, pelo menos, 14 policiais feridos e quatro mortes confirmadas e mais de 50 detenções.

Manifestação

Nos Estados Unidos da América, O Capitólio foi invadido na tarde desta quarta-feira (6) por manifestantes que apoiam o presidente Donald Trump. O Congresso americano, que estava em sessão para certificar a vitória de Joe Biden na eleição presidencial, entrou em recesso inesperadamente. A sessão não deve ser retomada.

De acordo com informações da CNN, o vice-presidente Mike Pence, que estava no local, foi retirado. O plenário da Casa está sendo desocupado e os parlamentares receberam máscaras de gás para deixarem o prédio. Mais cedo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, publicou nas redes sociais um apelo a população para que permaneçam na paz e sem violência.

“Estou pedindo a todos no Capitólio dos EUA que permaneçam em paz. Sem violência! Lembre-se, NÓS somos o Partido da Lei e da Ordem – respeite a Lei e nossos grandes homens e mulheres em Azul. Obrigado!”, disse Trump.

 

Com informações da CNN Brasil

Leia também:
>>>Joe Biden eleito 46º presidente dos Estados Unidos da América
>>>Trump dispara nas redes sociais: ‘Parem de fraude’

Polêmica

Após a imprensa norte-americana declarar o democrata Joe Biden como presidente eleito do país, o atual presidente dos Estados Unidos da América, o republicano Donald Trump, utilizou as redes sociais, no sábado, 7 de novembro, para manifestar-se contra o provável resultado das eleições americanas presidenciais de 2020.

“Todos nós sabemos o motivo de Joe Biden estar correndo para falsamente se declarar como vencedor e por que a mídia está tentando tanto ajudá-lo: eles não querem que a verdade seja exposta”, disse Trump em nota.

 

“O simples fato é que esta eleição está longe de terminar. Joe Biden não foi certificado como o vencedor de nenhum Estado”, escreveu o republicano. “A partir de segunda-feira, nossa campanha começará a processar nosso caso nos tribunais para garantir que as leis eleitorais sejam totalmente mantidas e o vencedor legítimo esteja sentado”, completou.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal