Pandemia

Com 1.242 mortos pela covid-19, Brasil tem maior número diário desde 25 de agosto

Conforme o painel do ministério, há 638.326 casos ativos em acompanhamento. O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 passou de 7 milhões, com 7.036.530.

O número de mortes no Brasil em decorrência da covid-19 desde o início da pandemia é de 198.974 óbitos, segundo o mais recente boletim divulgado pelo Ministério da Saúde. Nas últimas 24 horas, foram notificadas 1.242 novas mortes. Foi o maior número diário desde 25 de agosto, quando foram registrados 1.271 óbitos. Ainda há 2.552 mortes em investigação.

Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 729, conforme cálculo feito pelo consórcio da imprensa. A variação foi de -1% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

Covid, Com 1.242 mortos pela covid-19, Brasil tem maior número diário desde 25 de agosto
Gráfico

A atualização do Ministério da Saúde dos dados sobre a pandemia foi divulgada na noite desta quarta-feira (6). O balanço é composto a partir das informações levantadas pelas autoridades estaduais de saúde.

 

Os casos acumulados foram para 7.873.830. Entre ontem (5) e hoje, foram registrados 63.430 novos diagnósticos positivos de covid-19. Foi o maior número desde o dia 17 de dezembro, quando houve um pico com 70.574 casos. Até ontem, o sistema do Ministério da Saúde com dados sobre a pandemia marcava 7.810.400 diagnósticos de covid-19 ao longo da pandemia.

A média móvel nos últimos 7 dias foi de 36.367 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -19% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de queda nos diagnósticos.

Covid, Com 1.242 mortos pela covid-19, Brasil tem maior número diário desde 25 de agosto
Gráfico

Conforme o painel do ministério, há 638.326 casos ativos em acompanhamento. O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 passou de 7 milhões, com 7.036.530.

Veja Mais 

>>>Políticos lamentam a morte do cantor Genival Lacerda, vítima da Covid-19

Morre Genival Lacerda de Covid-19

O cantor e compositor Genival Lacerda morreu aos 89 anos, no Recife, em decorrência de complicações da Covid-19, nesta quinta-feira, 7 de janeiro, no Hospital da Unimed, onde se encontrava internado desde 30 de novembro. A informação foi confirmada pelo filho do artista, João Lacerda que também é cantor.

Políticos como o governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), a vice-governadora  Luciana Santos (PCdoB), o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), deputado Eriberto Medeiros (PP), o prefeito do Recife João Campos (PSB) e outras autoridades lamentaram, nas redes sociais, a morte do cantor e artista.

O governador de Pernambuco disse que a cultura nordestina perdeu um dos maiores ícones.

“A cultura nordestina perdeu hoje um de seus maiores ícones. Genival Lacerda nasceu na Paraíba, mas era um cidadão pernambucano. Sua música cantou nossas tradições e seu humor divertiu gerações. Expresso aqui meus sentimentos aos familiares, amigos e admiradores de Genival”, disse o governador de Pernambuco Paulo Câmara(PSB).

 

A vice-governadora, Luciana Santos (PCdoB), falou da carreira do artista, cheia de irreverência e bom humor.

 

Eriberto Medeiros, presidente da Alepe, destacou que fica na memória um artista que vai deixar saudades.

“Pernambuco se entristeceu hoje, com o falecimento do grande cantor e compositor Genival Lacerda. Um filho da Paraíba que o nosso Estado adotou pelo reconhecimento da sua contribuição ao nosso forró. Um dos ritmos mais queridos do povo pernambucano, Genival Lacerda construiu sua marca no forró com irreverência e alegria, sempre enaltecendo o nosso imaginário popular nordestino. Tivemos a honra de ouvi-lo cantar seus sucessos na Assembleia Legislativa, em 2019, numa homenagem aos forrozeiros. Fica, agora, a memória de um artista que sem dúvida vai deixar saudades na nossa gente. Que Deus conforte seus familiares e amigos nesse momento de dor.”

Leia mais:
>>> Políticos e autoridades lamentam morte de Cadoca, vítima da Covid-19

O prefeito do Recife, João Campos(PSB), lembrou quando Genival Lacerda foi homenageado pela prefeitura do Recife no São João de 2015, e que gerações de fãs de sua música ficarão órfãos.

“É com tristeza que recebemos a notícia de que o multitalentoso Genival Lacerda perdeu a batalha para a covid-19. Aos 89 anos, tratava o Recife como sua cidade de coração. A sua carreira, de mais de meio século dedicada ao forró e à alegria de viver, deixará órfãos gerações de amantes da boa música. Sua memória será sempre presente na história da nossa cidade, onde foi o homenageado oficial do ciclo de São João de 2015. Quero me solidarizar com sua família, amigos e todos aqueles que, certamente, levarão o seu legado à frente.”

Wanderson Florêncio, deputado estadual por Pernambuco, também lamentou a partida do artista, a quem chamou de amigo.
 
Um amigo e incentivador na defesa da nossa cultura. Perdemos Genival Lacerda, com seu talento e irreverência sem igual, nos trouxe muitas alegrias e momentos únicos que ficarão marcados na nossa memória e nas nossas raízes. O sorriso no rosto e o alto astral são suas marcas.A cultura e a história da música genuinamente nordestina, tem lugar reservado para Genival Lacerda.

Meu profundo pesar, que Deus o receba na luz, e conforte os amigos, fãs e familiares nesse momento tão difícil. Um abraço apertado, em especial, ao querido João Lacerda, seu filho e companheiro de estrada.

 

 

 

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal