Defesa

Governo justifica que Bolsonaro usou termo popular sobre “Brasil está quebrado”

Integrantes do governo vem tentando aliviar mais uma vez declarações feitas por Jair Bolsonaro

Integrantes do governo vem tentando aliviar mais uma vez declarações feitas por Jair Bolsonaro depois que o presidente disse que o “Brasil está quebrado” e que não “consegue fazer nada”. Adolfo Sachsida, secretário do governo de Política Econômica do Ministério da Economia, disse à CNN que Bolsonaro usou um “jargão popular”.

“O que o presidente deu foi uma tremenda declaração em defesa da consolidação fiscal, mostrando o compromisso do presidente da República com a estabilidade macroeconômica. Eu, pessoalmente, acho que é um tipo de declaração que mostra para todo o mercado que o presidente está, sim, comprometido não apenas com agenda de reformas, mas com a agenda de consolidação fiscal” acrescentou Adolfo Sachsida.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse à CNN que Bolsonaro fazia referência ao esgarçamento das contas públicas.

“A economia está voltando em V e o setor privado está decolando”, afirmou Guedes. 

O ministro da Economia disse, no entanto, que não há divergência com Bolsonaro e na busca de tentar amenizar a situação causada após declaração do presidente externou que a questão do teto de gastos é um de seus compromissos.

“O presidente reforçou o compromisso do governo com o teto de gastos”, afirmou Guedes. 

Leia mais: 
>>>Presidente Bolsonaro: “O Brasil está quebrado. Não consigo fazer nada”

Senador sugere novas eleições presidências

Depois que o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, declarou que “o Brasil está quebrado”, o senador Jorge Kajuru, do Cidadania sugeriu novas eleições ao cargo de chefe da nação. Nesta terça-feira, 5 de janeiro, o presidente afirmou que não consegue fazer nada para melhorar a situação do país.

“Começar o ano assim é deprimente. Nesse nível, o melhor seria convocar novas eleições gerais”, disse Kajuru ao Site O Antagonista.

Durante o seu retorno das férias, Bolsonaro colocou a culpa, segundo ele, na imprensa e minimizou os impactos da Covid-19, chamando o novo coronavírus de “desse vírus”.

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal