Vacina

Luciana Santos: “Imunização não pode ser só para quem pode pagar”

Luciana Santos se manifestou em suas redes sociais nesta segunda-feira (4) sobre a notícia de que a ABCVAC negocia com o laboratório indiano a compra de cinco milhões de doses da vacina Covaxin contra a Covid-19.

A presidente nacional do PCdoB e vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, se manifestou, em suas redes sociais nesta segunda-feira (4) sobre a notícia de que a Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) negocia com o laboratório indiano Bharat Biotech a compra de cinco milhões de doses de da vacina Covaxin contra a Covid-19. O anúncio foi feito pela entidade neste domingo (3).

“Assistimos ao anúncio de que clínicas privadas vão comprar 5 milhões de doses de vacina contra a Covid-19. A imunização não pode ser só para quem pode pagar. Ela tem que ser gratuita, distribuída pelo SUS, priorizando quem mais precisa, não quem tem dinheiro”, disse Luciana.

Vários países já iniciaram o processo de vacinação de suas populações. Já o governo Bolsonaro continua sem definição sobre o início do plano nacional de imunização via SUS e sequer consegue resolver os problemas relativos à falta de itens básicos para a vacinação, como seringas e agulhas.

Veja Mais

>>>Luciana Santos: País é refém de presidente que “não dá bola” para o povo

Crítica ao Governo Bolsonaro 

presidenta do PCdoB e vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, reagiu, em suas redes sociais, neste domingo (27) à mais recente declaração de Bolsonaro, minimizando a importância da vacina na vida da população.

Ao ser questionado, no sábado (26) sobre o fato de o Brasil estar atrasado com relação ao início da imunização contra a Covid-19 — enquanto diversos outros países já iniciaram seus processos de vacinação — Bolsonaro disse: “Não dou bola para isso”.

“Um país inteiro refém do presidente que “não dá bola” para a angústia do povo. A vacina se tornou a maior esperança das pessoas, é a possibilidade de voltarmos a viver sem medo, de retomarmos com tranquilidade nossas rotinas de trabalho, de estudo, de convivência com quem amamos”, disse Luciana. E completou: “Mais uma declaração irresponsável. Mais uma demonstração de falta de compromisso, respeito e empatia de quem deveria cuidar do nosso país. Até quando?”.

Luciana Santos

 

Por Priscila Lobregatte

Veja Mais

>>>Fiocruz pedirá registro da vacina contra à Covid-19 até a próxima semana

>>>Covid-19: Quarenta e sete países iniciaram vacinações. Brasil continua sem data

>>>Covid-19: Brasil ultrapassa 7,5 milhões de casos

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal