Obras

Sede da Guarda Civil Municipal do Recife é renovada e ganha novos espaços

O local sofreu intervenções estruturais, elétricas e hidráulicas, além de construção de novos espaços, atendendo aos pedidos dos agentes, como o refeitório, sala de repouso e espera para os motoristas, sanitários adequados e alojamentos com vestiário climatizado.

A sede da Guarda Civil Municipal do Recife (GCMR), em Santo Amaro, está totalmente requalificada. O local sofreu intervenções estruturais, elétricas e hidráulicas, além de construção de novos espaços, atendendo aos pedidos dos agentes, como o refeitório, sala de repouso e espera para os motoristas, sanitários adequados e alojamentos com vestiário climatizado. Também teve a criação de almoxarifados, para guarda equipamentos de uso em serviço e de proteção individual. A requalificação custou R$ 775 mil reais.

Para o secretário-executivo de Segurança e Operações da secretaria de Segurança Urbana do Recife, Cel Adalberto Freitas Ferreira, “a requalificação era um pedido antigo dos agentes”.

“Fico feliz com essa entrega, pois a estrutura era bem antiga. O telhado, por exemplo, corria risco de desabar. Agora, está tudo novo, inclusive com áreas novas e climatizadas”, ressalta o gestor.

A GCMR patrimonial zela pelos prédios públicos, pelas áreas de preservação do patrimônio natural e cultural do município, fiscaliza a utilização dos parques, praças e monumentos. Para qualquer ocorrência, o recifense pode ligar na central da Guarda, no 153.

PIONEIRA – Fundada em 1893, é a mais antiga em atividade do Brasil. Atualmente, possui 1.977 agentes, distribuídos na segurança patrimonial, trânsito, brigada ambiental e grupos especializados. Na gestão Geraldo Julio vários avanços aconteceram. Entre eles: criação do Plano de Cargos e Carreira (PCC), construído com a própria Guarda; contratação através de concurso público de 1.300 agentes – duplicando o efetivo; renovação de frota; compra de EPIs e reforma da sede do comando-geral.

Leia também:
>>>Prefeituras do Recife, Olinda, Paulista e Petrolina divulgam funcionamento no Natal

Olinda

A Guarda Civil Municipal de Olinda recebeu esta semana novos sprays, que funcionam com o princípio ativo PSi, tecnologia que permite contenção de agressores e está de acordo com as normas humanitárias prescritas pela ONU – Organização das Nações Unidas. A novidade é que ele não utiliza pimenta, substância ativa na maioria dos aerossóis e por isso é considerado não letal. O equipamento é certificado pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

“Trata-se do mais importante princípio estabelecido pela ONU para agentes químicos, o da reversibilidade. Ou seja: o produto não deve deixar nenhum tipo de sequela à saúde humana”, explica o Secretário de Segurança Urbana de Olinda, Coronel Pereira Neto

Ele também acrescentou que o treinamento da Guarda tem como base o uso seletivo e racional da força para que se evitem excessos e risco de lesões.

“Isso garante uma resposta proporcional e adequada. E portanto um equipamento deste tipo é um recurso fundamental para nossas operações”.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Recife 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal