Oportunidade

Secretaria de Administração promove 3º Leilão de Bens Móveis na próxima terça (22)

No certame estarão disponíveis 33 lotes para compra por pessoas físicas ou jurídicas, incluindo uma Kombi, gerador elétrico, bem como materiais diversos.

A Secretaria Estadual de Administração (SAD) realizará na próxima terça-feira (22), a partir das 09h, o terceiro Leilão de Bens Móveis de 2020, sendo este de materiais inservíveis e um veículo pertencentes ao patrimônio do Laboratório Farmacêutico de Pernambuco Governador Miguel Arraes.

No certame estarão disponíveis 33 lotes para compra por pessoas físicas ou jurídicas, incluindo uma Kombi, gerador elétrico, bem como materiais diversos. A expectativa é arrecadar no mínimo R$ 45 mil.

O leilão será realizado de forma on-line, no endereço eletrônico www.lancecertoleioes.com.br. Poderão participar e ofertar lances pessoas físicas, acima de 18 anos e portando CPF, RG e comprovante de residência, e jurídicas inscritas no CNPJ, com representante munido de procuração e com os mesmos documentos citados acima.

Os arrematantes terão que acessar o site oficial do Leiloeiro www.lancecertoleiloes.com.br e realizar o seu cadastro, no prazo de 48 horas antes da realização do leilão.

Para isso, ele deve clicar no banner demonstrativo do leilão da SAD, concordando com as regras contidas no termo de uso e condições gerais para participação de leilões “on-line”.

Nos sites www.lancecertoleiloes.com.br e www.sad.pe.gov.br o interessado terá acesso ao edital do leilão com todas as normas do processo. Antes de arrematar os produtos, os participantes poderão vistoriar os bens listados para alienação nos endereços constantes no edital, nos dias 18 e 21 deste mês.

Da redação do Portal com informações da Secretaria de Administração de Pernambuco 

Calamidade Pública

Na quinta-feira (17), o Governo de Pernambuco publicou, no Diário Oficial do Estado, um decreto que prorroga o estado de calamidade pública no Estado. A decisão se deu por conta da pandemia do novo coronavírus e vai até o dia 30 de junho do ano que vem. A nova medida começa a valer em 1º de janeiro de 2021.

Com o estado de calamidade pública, o governo pode adotar medidas de combate a pandemia com mais rapidez e menos burocracia.

O documento, assinado pelo governador Paulo Câmara, diz que uma das justificativas para o adiamento é, segundo o texto, a “inexistência de um cronograma definido de início e de conclusão do processo de imunização da população brasileira contra o coronavírus”.

Antes da prorrogação do estado de calamidade pública em Pernambuco estava válido até o dia 31 de dezembro. Desde o início da crise sanitária no Estado, o governo vem adotando medidas de combate à Covid-19. Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, até a quarta-feira, 16 de dezembro, Pernambuco contabilizava mais 200 mil casos confirmados da doença.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal