Possibilidade

Carnaval do Recife pode acontecer no segundo semestre de 2021

Proposta de deputado federal estuda a realização do evento em capitais brasileiras desde que grande parte da população já esteja imunizada até a metade do próximo ano.

A nova gestão municipal do Recife poderá decidir por realizar o Carnaval no segundo semestre de 2021, caso uma discussão política seja  aprovada na comissão de acompanhamento externo da Covid-19, na Câmara Federal.

Informações iniciais dão conta de uma tentativa de mudança do feriado mais popular do país para junho ou julho do próximo ano. As cidades envolvidas na discussão são o Recife, Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, principais polos carnavalescos.

A ideia poderá vingar caso a vacinação contra o novo coronavírus tenha  chegado a grande parte da população brasileira até o segundo semestre de 2021. Ainda não há um entendimento sobre qual será a melhor data a ser realizada a festa de rua com características fora de época.

Em uma eventual aprovação da ideia apresentada pelo deputado federal Dr. Luizinho, do Progressistas do Rio de Janeiro, a capital pernambucana teria como melhor sugestão de realização do evento nos meses de mês julho ou agosto, uma vez que junho é o forte com a tradição junina.

Leia também:
>>>Bezerros: Prefeita eleita diz que não haverá Carnaval dos Papangus em 2021

Já para para as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro o mês de junho seria mais interessante para a o acontecimento das festas carnavalescas, já que  ambas não possuem tradição junina.

As cidades cotadas para a realização das festas populares pensam em uma compensação para as cadeias de produção afetadas como bares, restaurantes, pousadas, hotéis taxi e Uber.

“É evidente que dependemos da vacina para a festa acontecer, mas tenho acompanhado de perto o assunto por causa da Comissão Externa e com certeza em julho já teremos condições sanitárias para realizar as festas que foram adiadas e que são fundamentais para a economia de muitas cidades,
inclusive a do Rio”, disse o deputado.

Por duas vezes na história do Brasil, a data do Carnaval foi mudada. A primeira, em 1892, porque o ministro do interior achou que junho era um mês menos quente e, portanto, mais saudável para a realização da festa. A segunda vez, em 1912, quando o Barão do Rio Branco morreu e a folia foi adiada para 6 de abril.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal