Resultado

Só uma mulher foi eleita em capital nas Eleições municipais

Pleito de 2020 teve uma baixa quanto ao gênero feminino no cargo de gestor municipal. Prefeita eleita venceu a disputa com 36,24% dos votos no primeiro turno.

A cidade de Palmas, no Tocantins, será a única capital brasileira governada por uma mulher, a partir de janeiro de 2021. Cinthia Ribeiro (PSDB) foi reeleita no primeiro turno das eleições municipais no dia 15 de novembro de 2020.

Segundo o Portal G1, o cenário do pleito de 2020 repete o de 2012 e o de 2016, quando Teresa Surita foi a única mulher eleita nas capitais brasileiras. Surita foi gestora municipal na capital Boa Vista, em Roraima.

Ao todo, 658 mulheres foram escolhidas para comandar prefeituras em todo o Brasil, entre os mais de 5 mil eleitos. Segundo o site de notícias, isso representa cerca de 12% do total de eleitos. No pleito de 2020 não aconteceu mudança em relação ao número de mulheres eleitas gestoras municipais em 2016. No pleito passado, há quatro anos, 11,7% dos prefeitos eleitos eram mulheres.

No último domingo, 29 de novembro, segundo turno das eleições municipais, das 13 capitais, apenas cinco tinham mulheres concorrendo ao cargo de gesto municipal.

Segundo a matéria divulgada, os índices estão muito abaixo da proporção encontrada no país. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE, 51,8% dos brasileiros são mulheres.

Eleições 2020

A vice-prefeita eleita do Recife, Isabella de Roldão (PDT), fez história no domingo, 29 de novembro, e se tornou a primeira mulher a assumir um cargo executivo na Prefeitura do Recife.

Vencedora das eleições na capital pernambucana ao lado do prefeito eleito João Campos (PSB), Isabella representa as mulheres do Recife na Prefeitura.

Isabella de Roldão, que chegou a colocar o nome para concorrer à prefeitura, era também cotada para ser a vice de João Campos.

Natural de Recife-PE, Isabella Menezes de Roldão Fiorenzano nasceu em 23/08/1975 e tem 45 anos de idade. Ex-vereadora do Recife, em 2014 Isabella foi candidata a deputada federal e em 2018 foi candidata a vice-governadora na chapa encabeçada por Maurício Rands.

Leia também:
>> Recife terá pela primeira vez uma mulher prefeita ou vice-prefeita da cidade
>> No Recife, Ciro Gomes destaca importância da vitória de João e Isabella
>> Em maratona final, João Campos e Isabella visitam 12 bairros

Mulheres vitoriosas

O número de mulheres na política tem crescido em relação aos anos anteriores e só na Região Metropolitana do Recife (RMR), três cidades serão governadas por mulheres, são elas: Doutora Nadegi (Republicanos) em Camaragibe, Professora Elcione (PTB) em Igarassu e Célia Sales (PTB) em Ipojuca.

Em Pernambuco, 33 mulheres foram eleitas prefeita. No Brasil, 12,2% das lideranças dos municípios serão exercidas por mulheres. Para o segundo turno, cinco candidatas ainda se mantêm no páreo. Já nas eleições passadas, o percentual final ficou em 11,6%.

Camutanga 

Talita Fonseca ou Talita de Doda como é conhecida,  é a prefeita mais jovem do Brasil. A empresária do ramo de moda tem 23 anos e vai administrar a cidade de Camutanga, por quatro anos, a partir de janeiro de 2021.

A população da cidade de Camutanga elegeu Talita com mais de 60,65% dos votos válidos o que representou 3.614 votos. A nova prefeita é a primeira mulher eleita ao cargo no município.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal