Levantamento

Ibope erra as pesquisas de Recife, Fortaleza e Porto Alegre

O Instituto também havia errado as projeções no primeiro turno.

O Instituto Ibope é um dos principais institutos de pesquisa do Brasil e realizou diversas pesquisas durante as eleições municipais de 2020. Mas, em três capitais do Brasil, o Ibope errou consideravelmente as projeções feitas.

Em 2018, o Ibope já havia errado várias projeções para as eleições presidenciais. Na época, o Instituto chegou a afirmar que o presidente Jair Bolsonaro perderia para qualquer candidato no segundo turno. Bolsonaro venceu as eleições com 55,13% dos votos (57.797.847 votos) contra 44,87% (47.040.906 votos) de Fernando Haddad (PT) no segundo turno. Uma diferença de quase 11 milhões de votos.

Ver mais: 

>> João Campos é eleito o prefeito mais jovem da história do Recife

>> Com derrotas no Rio e em Fortaleza, Bolsonaro não elege nenhum candidato em capitais

>> Povo do Recife diz não ao PT e partido fica sem capitais pela 1ª vez na história

Recife

No Recife, a última pesquisa do Ibope divulgada no sábado (28), um dia antes da votação, mostrava um empate entre João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) com 50% dos votos válidos para cada.

No final da votação, João teve 56,27% contra 43,73% de Marília, um número bem expressivo, comparado aos divulgados pela pesquisa. Esperava-se que haveria uma vitória mais apertada para um dos lados, mas o que se viu foi uma ampla vantagem do socialista.

No primeiro turno o Ibope também errou suas projeções ao apontar que João Campos teria 39% no primeiro turno e o socialista teve 29%, sendo dez pontos a menos que as projeções. O mesmo aconteceu com o candidato Mendonça Filho (DEM) que foi projetado a ter 18% e terminou com 25%, sendo 7 pontos a mais.

Fortaleza

Em Fortaleza, o Ibope também errou suas projeções. Diferente do Recife em que o instituto revelou uma disputa acirrada, em Fortaleza, o Ibope deu uma grande vantagem para vitória de Sarto (PDT).

Na última pesquisa do segundo turno, o Ibope apontava Sarto com 61% e Capitão Wagner (PROS) com 39%. No final da votação, a disputa foi acirrada e teve um diferença de menos de 4% entre os candidatos.

Sarto ganhou o pleito, como o Instituto havia afirmado, mas com 51,69% contra 48,31%. Uma diferença de 40 mil votos ou 3,38%.

Porto Alegre

Em Porto Alegre foi onde o Ibope errou mais feio. Além de errar os percentuais, o instituto também errou o vencedor da disputa.

Na última pesquisa divulgada, a candidata Manuela D’Ávila (PCdoB) apareceu à frente com 51% contra 49% de Sebastião Melo (MDB).

Nas urnas, Sebastião Melo venceu por 54,63% (370.550 votos) contra 45,37% (307.745 votos) de Manuela. Uma diferença de quase 10 pontos ou mais de 60 mil votos.

No primeiro turno, o Ibope também errou alegando que Manuela iria ao segundo turno como a mais votada, sendo que Sebastião ficou em primeiro lugar.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal