Resposta

Em nota, Ana Arraes diz que gravação veiculada na TV foi retirada do contexto

A defesa da ministra diz que a gravação, de poucos segundos, está fora de contexto e foi retirada de uma entrevista de quase 15 minutos.

A ministra do TCU Ana Arraes divulgou nesta sexta-feira (27) uma nota à imprensa sobre um vídeo que circula nas redes sociais que sugere agressão à ministra por um de seus netos, alegando que é falso.

A defesa da ministra diz que a gravação, de poucos segundos, está fora de contexto e foi retirada de uma entrevista de quase 15 minutos dada pela ministra no ano passado. Sobre isso, a ministra Ana Arraes declara:

“Na condição de ministra do Tribunal de Contas da União, sou impedida pela legislação de assumir posições políticas ou pessoais no processo eleitoral, no Recife ou em qualquer outro lugar. E não admito a utilização de meu nome, sobretudo em peças com viés claro de fake news, tentando prejudicar alguém da minha família. Nunca fui agredida por nem um dos meus netos, com os quais tenho uma relação de amor profundo e carinho.”

Ana Lucia Arraes de Alencar

Ver mais: 

>> Ana Arraes critica neto João Campos e ‘abre jogo’ de racha familiar

>> Por coerência, ministra do TCU, Ana Arraes, não deve atuar na investigação da compra de respiradores em PE

Entenda o caso:

Em dezembro de 2019, o deputado federal João Campos criticou a gestão do então ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante uma reunião da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

Ao responder às críticas do parlamentar, Weintraub lembrou que um tio de Campos, o advogado Antônio Campos, conhecido como “Tonca”, ocupa o posto de presidente da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), órgão ligado ao MEC.

O deputado pernambucano, então, respondeu: “Eu nem relação eu tenho com ele. Ele é um sujeito pior do que você”.

O episódio deu início a uma crise interna na família, tradicional na política pernambucana. Um dia após a troca de ataques entre Campos e o tio, a ministra do Tribunal de Contas da União, Ana Arraes, avó de João Campos e mãe de Antônio Campos, se manifestou pela primeira vez, dizendo que não admitiria grosserias entre os familiares.

“Eu não vou admitir agressões suas contra Tonca. Ele nunca lhe agrediu”, afirmou a ministra, que disse, na época, se sentir desrespeitada pelo neto.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal