Compromisso

João Campos promete implantar abrigo de rua para animais em situação de risco

O postulante teve um encontro com representantes de ONGs que defendem a causa animal, nesta quarta-feira (25).

Na tarde desta quarta-feira (25), o candidato da Frente Popular à Prefeitura do Recife, deputado federal João Campos (PSB), recebeu pessoas de ONGs ligadas à causa animal. O encontro serviu para que o deputado federal detalhasse algumas de suas propostas já divulgadas, como a ampliação do horário de atendimento da Hospital Veterinário para 24 horas, a descentralização no serviço de castração – o Castramóvel, a implantação de novas unidades do ParCão, entre outras.

João também recebeu uma carta de pleitos com sugestões para seu plano de governo e aproveitou para anunciar uma nova proposta: a implantação de abrigo de rua temporário para animais.

“Faremos uma triagem para receber os animais que estiverem em situação de risco, aqueles que foram atropelados, que estiverem doentes. Vamos acolher, fazer o atendimento e tratamento adequado e estimular a adoção. É simbólico ter um espaço como este, mas não é o suficiente. Por isso, estamos aqui para reforçar a apresentação de todo o nosso projeto para a área e trabalhar conjuntamente com vocês”, afirmou João Campos.

Uma das principais demandas do grupo foi a integração de pessoas diretamente ligadas à causa animal na gestão pública. Ainda na conversa, eles lembraram algumas conquistas da cidade, como a criação da Secretaria Executiva de Defesa Animal e do Hospital Veterinário, mas consideram que muito ainda precisa ser feito para se avançar na causa animal. “Mas, para ter legitimidade, esse trabalho precisa ser feito em conjunto, com vocês atuando de perto conosco, afinal, vocês já tem o total conhecimento da área”, destacou João.

Ver mais:

>> Ibope: João Campos cresce e vai a 43%, e Marília Arraes cai para 41%

João reafirmou ainda o compromisso e disse que quer estas pessoas por perto para executarem juntos o trabalho em defesa da causa animal. “Lançamos, ainda primeiro turno, uma série de ações para o bem estar dos animais e das pessoas que têm uma relação cotidiana com a causa. Teremos o atendimento 24 horas do Hospital Veterinário, a descentralização e ampliação do trabalho de castração e a ampliação no número de unidades do ParCão”, acrescentou.

Por fim, o grupo pediu o cumprimento da Lei Municipal Nº 7.928, de 1962, do prefeito Miguel Arraes, em que “proíbe o uso de chicote por condutores de carroças de tração animal”. Os dois encontros contaram com a presença da vereadora Goretti Queiroz e do deputado estadual Romero Albuquerque.

Da redação do portal com informações da assessoria do candidato

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal