União

Fortaleza: PSDB, PT, DEM e PSOL se unem contra candidato bolsonarista

O adversário de Sarto no segundo turno é o deputado federal Capitão Wagner (Pros), que tem como vice a candidata Kamila Cardoso (Podemos).

Para derrotar o candidato bolsonarista à Prefeitura de Fortaleza, o candidato do PDT, José Sarto, tem na sua coligação partidos que são rivais em nível nacional.

O pedetista tem Élcio Batista, do PSB, como vice, e conta com o apoio desde o primeiro turno do DEM e do PSDB. A partir do segundo turno se somaram ao arco de alianças o Psol, o PT e o PCdoB.

O adversário de Sarto no segundo turno em Fortaleza é o deputado federal Capitão Wagner (Pros), que tem como vice a candidata Kamila Cardoso (Podemos).

O deputado é apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro, mas nunca usou o presidente em sua campanha eleitoral, preferindo fazer menções mais genéricas à proximidade com o governo federal para demonstrar que isso seria bom para trazer recursos para a cidade.

Quando o apoio de Bolsonaro é citado por concorrentes em debates, Wagner tem afirmado que nem sempre segue a orientação do governo federal e cita o voto contra a reforma da Previdência.

Ver mais:

>> Pesquisa Ibope: Em Fortaleza, Sarto tem 53%; Capitão Wagner, 35%

>> Fortaleza: Candidatos de Bolsonaro, Lula e Ciro na disputa pelo 2º turno

>> Datafolha: Em Fortaleza, aliado de Bolsonaro lidera intenções de votos

Segundo a pesquisa Ibope mais recente, divulgada na segunda-feira (23), Sarto está com 60% das intenções de votos contra 40% do Capitão.

Além do Pros e Podemos, Wagner tem na coligação o Republicanos, o PSC, o DC, o Avante, o PMN e o PMB. Seu principal aliado é o senador Eduardo Girão (Podemos), que doou mais de R$ 1 milhão para a campanha.

O candidato do PROS comentou sobre o arco de alianças de Sarto em entrevista ao jornal O Povo na segunda-feira.

“Você vê no mesmo palanque Psol e PSL, PT e PSDB. É importante para quem nos assiste agora entenda que há uma tentativa de evitar que uma pessoa que não tem padrinho político se torne prefeito da cidade. Não há nenhum motivo para união contra mim”. Apesar de ter sido mencionado pelo candidato, o PSL não apoia Sarto e está neutro no segundo turno.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal